ONU destina US$ 1,5 milhão para combater invasão de gafanhotos do deserto
BR

6 janeiro 2021

Escritório de Assistência Humanitária, Ocha, liberou quantia para a resposta da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, FAO, no Quênia; ações no leste da África e no Iêmen evitaram perdas de 2,7 milhões de toneladas de cereais no ano passado.

O coordenador de assistência humanitária das Nações Unidas destinou US$ 1,5 milhão do Fundo Central de Resposta de Emergência da ONU para controlar a praga de gafanhotos do deserto no Quênia.

Mark Lowcock informou em sua conta numa rede social que o dinheiro apoiará as ações da FAO no país africano. A agência da ONU está fumigando plantações e fazendo a vigilância dos campos de alimentos.

Vídeo de arquivo:

 

Toneladas de cereais

Desde o início do ano passado, as operações de controle dos gafanhotos do deserto no leste da África e no Iêmen preveniram a perda de quase 2,7 milhões de toneladas de cereais. Uma quantidade suficiente para alimentar 18 milhões de pessoas por um ano. O prejuízo evitado foi de US$ 800 milhões.

A agência da ONU informou que as nuvens de gafanhotos começaram a se formar no leste da Etiópia e no centro da Somália após a passagem do ciclone Gati. 

A invasão está ocorrendo pelo nordeste do Quênia desde 21 de dezembro, e deve se espalhar por todos os condados do norte e do centro do país.

© FAO/Judith Mulinge
Operação de pulverização aérea contra invasão de gafanhotos do deserto em Samburu, no Quênia

Financiamento 

Sem controle, a invasão de gafanhotos pode destruir plantações e pastos ameaçando a existência e a segurança alimentar de 3,6 milhões de pessoas, na África e no Iêmen. Somente no Quênia, seria um total de 173 mil pessoas.

Por isso, a FAO ampliou a resposta ao plano de combate aos gafanhotos do deserto até junho deste ano.
Mas o problema é o financiamento necessário, com urgência, para conter a ameaça e salvar as plantações do leste da África.
 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

FAO precisa de US$ 40 milhões para acelerar ações contra gafanhoto do deserto   

Meta é evitar risco de nuvens de insetos na África Oriental e no Iêmen em 2021; infestação pode afetar mais 3,5 milhões de pessoas se nada for feito; especialistas identificam focos de gafanhotos ameaçando novos ataques.  

Praga de gafanhotos do deserto agrava crise humanitária no Iêmen 

Insetos estão destruindo colheitas em muitas partes do país, que já enfrentava maior crise humanitária do mundo com dois terços da população precisando de apoio.