Top News

“Somos responsáveis pelos problemas nos oceanos e precisamos fornecer soluções”
BR

Declaração é do secretário-geral das Nações Unidas; António Guterres abre em Lisboa, nesta segunda-feira, a Conferência dos Oceanos da ONU, organizada por Portugal e Quênia; governos, sociedade civil e setor privado unidos durante uma semana para apresentar ações que levam ao fim da poluição, da sobrepesca e do branqueamento dos corais.  

Sugestão de Editores

Reportagens

A pesca da sardinha em mares portugueses começa em maio e vai até setembro, atualmente controlada pelo Ministério da Agricultura.
ONU News/Leda Letra
A pesca da sardinha em mares portugueses começa em maio e vai até setembro, atualmente controlada pelo Ministério da Agricultura.

Após décadas de sobrepesca, Portugal sente o declínio na oferta de sardinhas
BR

ODSJunho é o mês da tradicional festa dos Santos Populares, sendo o peixe fresco grelhada o prato principal das celebrações; em Lisboa, cidade que acolherá a Conferência dos Oceanos das Nações Unidas, o preço do quilo da sardinha está mais caro, com queda na oferta e na demanda.  

Galeria de Fotos

Weam foi ferida em 2014. Ela, seu pai e seus três primos foram alvos de uma explosão
© Paddy Dowling

Do desespero à esperança: crianças além do conflito armado

As crianças são as mais vulneráveis em tempos de conflito armado. Elas são recrutadas como crianças-soldados, sequestradas, mutiladas ou mortas, violadas sexualmente, suas escolas e hospitais são atacados e são privadas de ajuda humanitária essencial. Em todo o mundo, mais de 400 milhões de crianças vivem em países afetados por conflitos violentos. De acordo com o último Relatório Anual do Secretário-Geral sobre Crianças e Conflitos Armados, cerca de 19,3 mil crianças foram vítimas de graves violações em 2020. (Exibição organizada pelo Gabinete do Representante Especial do Secretário-Geral para Crianças e Conflitos Armados)

Mais notícias

Jornalistas trabalham na cobertura de um evento.
Unsplash/Jovaughn Stephens

Relatora quer ação e vontade políticas para proteger jornalistas no mundo
BR

Direitos humanos Irene Khan afirmou ao Conselho de Direitos Humanos que a segurança dos profissionais de imprensa e liberdade da mídia caíram, perigosamente, em todo o globo; em 5 de junho, jornalista britânico foi assassinado na Amazônia ao lado de indigenista brasileiro; em 11 de maio, Shireen Abu Akleh foi morta na Cisjordânia.

Diretor do documentário fala sobre empatia do público com a baleia.
Unsplash/Thomas Kelley

Lisboa recebe sessão do Cine ONU com documentário sobre baleia solitária
BR

Clima e Meio Ambiente Diretor do filme The Loneliest Whale conversou com a ONU News na capital de Portugal, fazendo uma comparação entre a história do mamífero e a solidão sentida pelas pessoas durante o confinamento; evento é um dos destaques da Conferência dos Oceanos das Nações Unidas, onde líderes de todo o mundo devem firmar tratado global para a proteção da vida marinha.