Top News

Seca na Somália deslocou um milhão de pessoas dentro do país
BR

Estiagem há dois anos e falta de chuvas há cinco obrigou 755 mil somalis a fugirem de suas casas; Acnur e parceiros precisam de US$ 9,5 milhões para resposta humanitária; estimativa é que aumente para 7 milhões o número de pessoas em várias situações de fome nos próximos meses.

Sugestão de Editores

Reportagens

Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 14 promove a ação global para proteger a vida subaquática
ONU News/Teresa Salema
Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 14 promove a ação global para proteger a vida subaquática

Portugal promove avanço sustentável fomentando “diplomacia do mar”
BR

Clima e Meio AmbienteAutoridades do país prometem dar maior espaço para mobilizar compromisso pelo futuro do planeta; sugestão é que modelos econômicos possam gerar uso sustentável de recursos do mar e ambiente.

Galeria de Fotos

Weam foi ferida em 2014. Ela, seu pai e seus três primos foram alvos de uma explosão
© Paddy Dowling

Do desespero à esperança: crianças além do conflito armado

As crianças são as mais vulneráveis em tempos de conflito armado. Elas são recrutadas como crianças-soldados, sequestradas, mutiladas ou mortas, violadas sexualmente, suas escolas e hospitais são atacados e são privadas de ajuda humanitária essencial. Em todo o mundo, mais de 400 milhões de crianças vivem em países afetados por conflitos violentos. De acordo com o último Relatório Anual do Secretário-Geral sobre Crianças e Conflitos Armados, cerca de 19,3 mil crianças foram vítimas de graves violações em 2020. (Exibição organizada pelo Gabinete do Representante Especial do Secretário-Geral para Crianças e Conflitos Armados)

Mais notícias

Em Moçambique, mosqueteiro tratado com inseticida ajuda na prevenção da malária
Unicef/Wikus De Wet

Moçambique: rastreio domiciliar mantém famílias livres da malária
BR

Saúde País africano viu queda anual a partir de 2020 quando notificou 11,3 milhões de casos; no ano passado, foram 10,6 milhões; Moçambique figura entre os quatro primeiros de 11 países considerados com maior incidência da malária no mundo. 

Voluntários ajudam refugiados na ilha de Lesbos, na Grécia. (arquivo)
© Unicef/Ashley Gilbertson

Naufrágio deixa pelo menos 50 migrantes e refugiados desaparecidos na Grécia
BR

Migrantes e refugiados Embarcação teria partido de Anatólia, Turquia, com destino a Itália, e levava entre 60 e 80 pessoas; 29 sobreviventes foram resgatados numa operação do Acnur na ilha de Karpatos.