Top News

Guterres pede desculpas aos jovens do mundo pela degradação dos oceanos
BR

No Fórum dos Jovens e da Inovação, na Praia de Carcavelos, secretário-geral da ONU falou a mais de 100 estudantes de todo o mundo; ator do filme Aquaman, Jason Momoa esteve no local para receber o bastão da natureza; jovens de Portugal e do Brasil compartilham suas ideias inovadoras para mudar rumos e salvar a vida marinha.

Sugestão de Editores

Reportagens

A pesca da sardinha em mares portugueses começa em maio e vai até setembro, atualmente controlada pelo Ministério da Agricultura.
ONU News/Leda Letra
A pesca da sardinha em mares portugueses começa em maio e vai até setembro, atualmente controlada pelo Ministério da Agricultura.

Após décadas de sobrepesca, Portugal sente o declínio na oferta de sardinhas
BR

ODSJunho é o mês da tradicional festa dos Santos Populares, sendo o peixe fresco grelhada o prato principal das celebrações; em Lisboa, cidade que acolherá a Conferência dos Oceanos das Nações Unidas, o preço do quilo da sardinha está mais caro, com queda na oferta e na demanda.  

Galeria de Fotos

Weam foi ferida em 2014. Ela, seu pai e seus três primos foram alvos de uma explosão
© Paddy Dowling

Do desespero à esperança: crianças além do conflito armado

As crianças são as mais vulneráveis em tempos de conflito armado. Elas são recrutadas como crianças-soldados, sequestradas, mutiladas ou mortas, violadas sexualmente, suas escolas e hospitais são atacados e são privadas de ajuda humanitária essencial. Em todo o mundo, mais de 400 milhões de crianças vivem em países afetados por conflitos violentos. De acordo com o último Relatório Anual do Secretário-Geral sobre Crianças e Conflitos Armados, cerca de 19,3 mil crianças foram vítimas de graves violações em 2020. (Exibição organizada pelo Gabinete do Representante Especial do Secretário-Geral para Crianças e Conflitos Armados)

Mais notícias

Instalação do Unicef, na sede da ONU em Nova Iorque, alerta para fechamento de escolas em todo o mundo
Unicef/Chris Farber/Unicef via Getty Images

Novos estudos indicam urgência de medidas contra crise de aprendizagem causada por pandemia
BR

Desenvolvimento econômico Relatórios lançados por Banco Mundial, Unicef e Unesco, entre outras agências, mostram o quanto a pandemia impactou crianças mais novas e vulneráveis na América Latina e no Caribe.

Mulher indígena mexicana vendendo bonecas nas ruas de Santiago de Querétaro, México
Unsplash/Bernardo Ramonfau

Cinco lições da pandemia sobre como inserir gênero na resposta a crises
BR

Mulheres A Covid-19 aprofundou o trio de crises correlatas que ameaçam mulheres e meninas no mundo; altas taxas de violência de gênero, grandes perdas de emprego e um aumento incontrolado de cuidados não pagos.