ODS

Vice-secretária-geral diz que Agenda 2030 é “mapa para mudar o mundo”

Amina J. Mohammed está em Belarus para participar em fórum sobre Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, ODS, e encontros com autoridades; é a primeira vez que um alto representante da ONU está no país desde a visita do secretário-geral Boutros Boutros-Ghali em 1994.

ONU Mulheres diz que progresso para cumprir Agenda 2030 continua lento
BR

Agência divulgou relatório, nesta quarta-feira, sobre temas como violência sexual e trabalho não-remunerado; dentre países lusófonos, Brasil é destacado por delegacias de atendimento à mulher, já Guiné-Bissau pela mutilação genital feminina.

No Dia dos Namorados, ONU diz que é hora de acabar amizade com plásticos
BR

Programa da ONU para o Meio Ambiente aproveita a data, marcada nesta quarta-feira no Hemisfério Norte, pedindo ao público o fim desse “relacionamento tóxico”; cerca de 8 milhões de toneladas de plástico vão parar nos oceanos a cada ano.

ONU treina parceiros para avaliação de projetos conjuntos na Guiné-Bissau

Iniciativa insere-se no âmbito do Quadro de Parceria entre a Guiné-Bissau e a ONU; Unpaf é o principal instrumento de programação da intervenção das Nações Unidas no país; coordenadora adjunta do Sistema prevê impacto dos resultados na vida dos cidadãos.

Guiné-Bissau: mais de 200 comunidades deixam mutilação genital feminina

Decisão foi tomada em 2017; Escritório da ONU e Fundo das Nações Unidas para a População apoiam estudo sobre situação de práticas nefastas e violência doméstica.

Em Portugal, chefe da FAO promove a Década da Agricultura Familiar
BR

Setor será destaque entre 2019 e 2028; José Graziano da Silva pede aos países de língua portuguesa para apoiarem famílias que produzem 80% dos alimentos do mundo.

Conflitos e desastres estão deixando 59 milhões de jovens analfabetos
BR

Estudo é do Unicef; quase três entre 10 pessoas dos 15 aos 24 anos em países afetados por violência ou desastres naturais não aprenderam o básico do ensino

Brasileiros no Fórum da Juventude

Organizado pelo Conselho Econômico e Social da ONU, Ecosoc, o evento de dois dias ocorreu nos dias 30 e 31 de janeiro na sede da organização, em Nova York. O Brasil foi representando por Lorenna Vilas Boas, de 19 anos, estudante de engenharia elétrica e por Daniel Saraiva, 24 anos, mestre em engenharia urbana.

Manejo florestal sustentável

Thaís Linhares-Juvenal lidera técnicos de Economia Florestal e Governação na Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO.  Em Nova Iorque, a especialista brasileira explica à ONU News como o uso da terra e das florestas depende de fatores como conhecimento, capacidades florestais, comunidades, empreendedores e governos.

Projeto de música para Agenda 2030 da ONU no Brasil chega a Moçambique