ONU nomeia general brasileiro para comandar forças de paz na RD Congo
BR

9 abril 2021

Marcos de Sá Affonso da Costa substituirá o general Costa Neves, que deixou o comando da força em 2 de abril; formado na Academia Militar das Agulhas Negras, ele vai chefiar tropas de 13 mil integrantes de mais de 50 países. 

O secretário-geral da ONU nomeou o general brasileiro Marcos de Sá Affonso da Costa para chefiar a Missão de Estabilização das Nações Unidas na República Democrática do Congo, Monusco. 

 

Ex-boina-azul, Affonso da Costa serviu na Missão de Verificação da ONU em Angola, Unavem, e em missões brasileiras no Peru e na França.  

  

Soldados de paz da Missão de Paz das Nações Unidas na República Democrática do Congo, Monusco.
Monusco
Soldados de paz da Missão de Paz das Nações Unidas na República Democrática do Congo, Monusco.

Selva 

  

No Exército brasileiro, o general comandou a Escola Preparatória de Cadetes, o Batalhão de Infantaria de Selva, de Infantaria Mecanizada e outros postos de liderança. 

  

Ele substituirá o general Costa Neves, que concluiu o mandato no fim de março.  

  

A Monusco tem 13 mil integrantes de 50 países. As forças de paz atuam na nação africana há vários anos e tentam pacificar o leste do país, alvo de confrontos com grupos armados e insurgentes. 

  

Desde 2019, o general Affonso da Costa trabalha na preparação de forças no terreno coordenando o treinamento militar das tropas brasileiras. 

  

Formado pela Academia Militar das Agulhas Negras, Marcos de Sá Affonso da Costa é bacharel em Administração e realizou estudos de defesa nacional em Paris, na França. 

 
O general brasileiro fala francês, espanhol e inglês. 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud