Monusco

Em Kinshasa, Guterres promete que “Nações Unidas não abandonarão o povo congolês”

Secretário-geral aponta “vento de esperança soprando sobre a RD Congo”; conferência coorganizada pela ONU vai abordar combate ao ebola e a questão de serviços básicos de saúde em novembro.

No epicentro do surto, Guterres faz contato direto com a ação humanitária contra o ebola

Secretário-geral esteve com sobreviventes da doença em Mangina, na RD Congo; problema de liquidez de fundos para a resposta é "extremamente grave"; em Beni, chefe da ONU assegurou que soldados de paz continuarão atuando ao lado das forças congolesas. 

Guterres inicia visita de solidariedade à RD do Congo elogiando ação pela segurança

Secretário-geral pretende reforçar apoio ao combate à epidemia de ebola que já provocou mais de 2 mil mortes; representante elogiou forças de paz pelo seu serviço e sacrifício no país que combate dezenas de grupos armados.

Conselho de Segurança vê avanços políticos na RD Congo

Declaração dos 15 Estados-membros também revela progressos nas áreas de direitos humanos e segurança; avaliação ocorre seis meses após a posse do presidente Felix Tshisekedi; ebola é uma das maiores preocupações do órgão.

General brasileiro tem ação contra o ebola na RD Congo como “prioridade máxima”
BR

Para comandante da Força da Missão da ONU na República Democrática do Congo, surto ativo piora complexidade da operação de paz; proteção de trabalhadores humanitários ocorre em paralelo ao combate a dezenas de grupos.

Militares do Brasil vão treinar forças da maior operação de paz do mundo

Da Amazônia para a RD Congo, especialistas devem partilhar experiências com boinas-azuis em planejamento, táticas e técnicas operacionais; semestre de atividades será com grupo especial atuando onde ocorrem as maiores atrocidades.

Sessão do Conselho de Segurança aborda “contexto muito mais sereno” na RD Congo
BR

Transição entre presidentes aconteceu de forma pacífica e discussões para formação de novo governo estão em andamento; trabalhadores humanitários e funcionários da Missão da ONU continuam sendo atacados em áreas afetadas pelo ebola.

Novos ataques colocam em risco segurança no combate ao ebola na RD Congo
BR

OMS preocupada com ataques contra centros de tratamento da ONG Médicos Sem Fronteiras, MSF, ocorridos na segunda-feira; no atual surto de ebola mais de 820 pessoas foram infetadas e 555 perderam a vida.

ONU perdeu 34 trabalhadores em ataques maliciosos em 2018
BR

Missão das Nações Unidas no Mali teve o maior número de mortos em serviço pelo quinto ano consecutivo; total de incidentes ocorridos durante o período está entre os mais baixos desde 2012.

Conselho de Segurança apela à continuação de diálogo e transparência na RD Congo
BR

Eleições que deveriam ocorrer esse domingo foram adiadas para 30 de dezembro; em comunicado membros do Conselho “manifestaram esperança de que o atraso permita criação de condições favoráveis para que o povo congolês se expresse livremente" na nova data.