Destaque ONU News Especial - Apoio às vítimas do ciclone em Moçambique

18 março 2019

A representante do Programa Mundial de Alimentação, PMA, em Moçambique coordena a resposta internacional ao período pós-ciclone no país. Karin Manente diz haver necessidade de mais recursos nos próximos dias. O Instituto Nacional de Gestão de Calamidades, Ingc, está na liderança do processo.

O país recebeu alimentos da agência que já estão sendo distribuídos.  Os meios de apoio incluem um helicóptero e material logístico para aliviar os efeitos do desastre que, segundo o governo, pode ter provocado pelo menos mil mortos. Várias agências da ONU proporcionam abrigo e medicamentos às vítimas.

Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News 

Baixe o aplicativo/aplicação para  iOS ou Android

Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Moçambique: PMA pede US$ 40 milhões para ajuda humanitária temporária pós-ciclone

Agência disse estar pronta para ajudar às vítimas do ciclone Idai; apoio deve ser canalizado aos que sofrem das cheias que assolam o centro do país; distribuição de alimentos e oferta de abrigos acontecem nos locais afetados. *

Alerta Unicef: milhares de crianças precisam de assistência humanitária em Moçambique

Governo moçambicano estima que 850 mil pessoas  tenham sido afetadas; são necessários US$ 20,3 milhões para apoiar a resposta humanitária nos três países afetados.