Cerca de 50 mil famílias centro-Africana a receber sementes

25 maio 2016

FAO e PMA fornecem apoio na temporada de plantio em áreas onde há maior insegurança alimentar; sementes de vegetais, arroz e feijão são entregues; ajudar as famílias a produzir o próprio alimento faz parte da recuperação do país.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Cerca de 50 mil famílias da República Centro-Africana começaram a receber sementes do Programa Mundial de Alimentação, PMA, e da agência da ONU para Agricultura e Alimentação, FAO.

Ferramentas para o plantio e comida também estão a ser oferecidas nas áreas mais afectadas pela insegurança alimentar. Segundo as agências da ONU, a entrega de ajuda na temporada de plantio coincide com a época onde os estoques de alimentos das famílias são os mais baixos.

Ciclo da Fome

Pela iniciativa “protecção de sementes”, a FAO fornece as sementes de grãos e vegetais, enquanto o PMA entrega às famílias milho, arroz, sorgo e feijão. O representante da FAO na República Centro-Africana, Jean-Alexandre Scaglia, destaca que ajudar a população a produzir alimentos é parte importante da recuperação do país.

Por sua vez, o diretor local do PMA lembra que neste período, a comida está limitada e as famílias já estão a lutar para conseguir alimentos. Bienvenu Djossa declarou que o apoio da ONU “pode ajudar as pessoas a escapar do ciclo vicioso da fome”.

Mais Beneficiados

Os três anos de conflito impactaram a agricultura de forma severa, diminuindo o acesso da população à comida, sendo que 75% depende do sector. Na segunda temporada de plantio, entre agosto e setembro, mais  50 mil famílias serão ajudadas, totalizando 100 mil beneficiadas pelo projecto neste ano.

A FAO precisa este ano de US$ 86 milhões para financiar suas acções na República Centro-Africana, enquanto o PMA requer US$ 83 milhões.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud