Unicef pede urgência na investigação das mortes de nove jovens em Paraisópolis, no Brasil
BR

5 dezembro 2019

Agência da ONU pede apuração das circunstâncias e da responsabilidade pelas mortes de nove adolescentes e jovens durante baile na comunidade de Paraisópolis, em São Paulo, na madrugada de domingo.

Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, pediu na quarta-feira, 4 de dezembro, a apuração das circunstâncias e da responsabilidade pelas mortes ocorridas durante baile funk na comunidade de Paraisópolis, em São Paulo. 

Comunidade de Paraisópolis, em São Paulo, Brasil. Foto: Elaine Patricia Cruz/Agência Brasil

A morte de nove jovens com idades entre 14 e 23 ocorreu na madrugada do último domingo, 1º de dezembro. De acordo com agências de notícias, outras 12 pessoas ficaram feridas.

Responsabilidade

O Unicef disse que “diante da morte brutal” dos adolescentes e jovens é necessário reafirmar que “nenhuma vida vale menos”.

Para a agência da ONU, a apuração das circunstâncias e a responsabilidade pelas mortes é urgente, “cumprindo no sistema de justiça a prioridade absoluta a crianças e adolescentes garantida pela Convenção sobre os Direitos da Criança, a Constituição Federal e o Estatuto da Criança e do Adolescente.”

Citando os nomes de todas as vítimas, Bruno, Dennys Guilherme, Denys Henrique, Eduardo, Gustavo, Gabriel, Luara, Marcos Paulo e Mateus, o Unicef destacou que essas foram “nove histórias interrompidas, nove famílias em dor profunda, centenas de jovens com medo.”

A agência expressou ainda total solidariedade “para cada família, amigo e morador de Paraisópolis.”

Urgência

O Unicef afirmou que “uma vida sem medo, sem racismo e sem violência é direito de cada criança, adolescente e jovem, independente do local onde more.” Para a agência, “uma cidade que vem reduzindo os homicídios entre a sua população não pode aceitar a morte violenta de seus meninos e meninas.”

A nota conclui dizendo que é “urgente prevenir novas mortes”.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

1º juiz cego do Brasil explica importância de ter pessoas com deficiência em cargos de liderança

Em entrevista à ONU News, o desembargador do Tribunal Regional do Trabalho do estado do Paraná, Ricardo Tadeu Fonseca, lembra seu percurso profissional e o trabalho da ONU nesta área; Dia Internacional das Pessoas com Deficiência foi marcado a 3 de dezembro.

Brasil aplicará técnica que esteriliza mosquito da dengue em 2020

Liberação de insetos que não podem se multiplicar já foi ensaiada em várias áreas do país; Cabo Verde também revelou interesse em implementar iniciativa da Aiea, FAO e OMS.