Nações Unidas preocupadas com lançamento de foguetes de Gaza para Israel
BR

13 novembro 2019

Para enviado da organização, situação é absolutamente inaceitável e deve parar de imediato; dois dias de tensão provocaram 23 mortes do lado palestino e 50 feridos do lado israelense.

O coordenador especial da ONU para o Processo de Paz no Oriente Médio, Nickolay Mladenov, expressou “crescente preocupação” com o aumento do lançamento de foguetes na fronteira entre a Faixa de Gaza e Israel.

Agências de notícias informaram que a situação já causou pelo menos 23 mortes do lado palestino e deixou 50 feridos do lado israelense. Somente nesta quarta-feira,  13 palestinos perderam a vida, incluindo três crianças devido aos ataques de retaliação.

Bairro de Rimal, na Cidade de Gaza.
Bairro de Rimal, na Cidade de Gaza. Foto: Mohammed Mahmoud Awad

Escalada

Em comunicado, Mladenov disse estar muito preocupado com a grave e contínua escalada entre a Jihad Islâmica da Palestina e Israel, um dia após o assassinato de um líder do grupo em Gaza.

Para Mladenov, o lançamento indiscriminado de foguetes e morteiros contra centros populacionais é absolutamente inaceitável e deve parar imediatamente.

O enviado destacou que a ONU trabalha para reduzir a situação com urgência. De acordo com as Forças de Defesa de Israel, mais de 100 foguetes foram lançados contra seu território nas últimas 48 horas.

Esforços

De acordo com o enviado, nada justifica ataques contra civis. Ele considera “muito perigosa” a contínua escalada, a qual destaca ser “uma tentativa de minar os esforços para melhorar as terríveis condições socioeconômicas em Gaza”.

O enviado das Nações Unidas pediu que as partes “evitem outro conflito arrasador”.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud