Nações Unidas “profundamente alarmadas” com violência no noroeste da Síria

3 julho 2019

Crianças compõem um terço dos 3 milhões de civis que estão em perigo iminente; população de Idlib dobrou com número de pessoas fugidas de Alepo e Gouta Oriental; cerca de 330 mil civis fugiram de suas casas desde maio.

As Nações Unidas continuam "profundamente alarmadas" com o impacto humanitário da violência no noroeste da Síria.

Segundo o porta-voz do secretário-geral, 3 milhões de civis, entre eles 1 milhão de crianças, estão em perigo iminente.

Veículo da ONU em Rukban, uma área afetada por conflitos. Foto: Ocha/Fadwa Baroud

Vítimas

Falando a jornalistas em Nova Iorque, Stephane Dujarric disse que os confrontos causaram centenas de mortes e feridos em pouco mais de dois meses. Infraestruturas também foram destruídas.

Estes ataques causaram a interrupção de serviços vitais para as populações afetadas. Desde o final de abril, pelo menos 25 centros de saúde e 45 escolas foram danificadas devido a ataques aéreos nas províncias de Hama e Idlib.

Os atos concentram-se em áreas controladas por grupos armados não-estatais em Idlib, mas também em áreas sob o controlo do governo.

Desde maio, cerca de 330 mil pessoas fugiram de suas casas. A maioria procurou segurança em locais onde os serviços já estão sobrecarregados.

A ONU e os seus parceiros estão fornecendo alimentos, abrigo, educação e água potável a centenas de milhares de civis nesta região.

Desde 2015, a população de Idlib duplicou, com pessoas que fugiram de Alepo e Gouta Oriental.

Ajuda

O conflito na Síria, que começou em 2011, já causou 5,6 milhões de refugiados e 6,6 milhões de deslocados internos.

Neste momento, 13,1 milhões de pessoas precisam de ajuda no país. Cerca de 2,9 milhões de sírios estão em locais de difícil acesso ou cercadas. 

Acnur/Christopher Reardon
Comissão Internacional Independente de Inquérito para a Síria, presidida pelo brasileiro Paulo Sérgio Pinheiro, tem documentado graves violações de direitos humanos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Organizações humanitárias globais lançam campanha em solidariedade com povo sírio

No noroeste do país, 3 milhões de civis, entre eles um milhão de crianças, estão em perigo iminente e mortal; pessoas deslocadas duplicaram o tamanho da população em Idlib. 

Nova onda de violência forçou 300 mil pessoas a fugir na Síria

Milhares de hectares de safras e terras agrícolas foram perdidas com ataques e altas temperaturas; PMA quer maior acesso de funcionários humanitários aos necessitados; mais de 3,5 milhões de pessoas recebem apoio alimentar no país.