Guterres pede a universitários em Nova Jérsei que ajudem a construir mundo melhor
BR

24 maio 2022

Secretário-geral discursou na formatura da turma de 2022 e recebeu um título honorário da Faculdade de Seton Hall; metade do curso dos formandos foi realizada durante a pandemia.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, participou nesta terça-feira da cerimônia de formatura dos estudantes da Universidade de Seton Hall, no estado americano de Nova Jérsei.

Ao assumir a palavra, ele citou o slogan da faculdade: “qualquer que seja o perigo, siga em frente”, para pedir aos estudantes que se empenhem na criação de um mundo melhor para todos.

Guerra na Ucrânia

Guterres alertou os estudantes sobre o estado do mundo em perigo hoje em dia. Ele citou conflitos e divisões numa escala jamais vista em décadas do Iêmen à Síria, da Etiópia à região do Sahel e além.

Ao mencionar a guerra na Ucrânia, que ele classificou de violação da integridade territorial de um país e da Carta das Nações Unidas, ele ressaltou o imenso sofrimento humano, destruição e morte.

A guerra também agravou a crise financeira, de energia e alimentar ao redor do mundo.

O secretário-geral ressaltou a crise climática que ameaça fazer desaparecer comunidades inteiras, com governos falhando em agir contra a emergência do clima.

Mulheres ainda fora dos centros de poder

O líder da ONU citou a piora da pobreza, exclusão e desigualdade.

O ataque aos direitos humanos, e a questão da fome que afeta milhões de pessoas.

Guterres, que se declara feminista, lembrou que as mulheres continuam fora da liderança de grandes empresas e dos centros de poder.

A confiança nos governos também caiu, as redes sociais estão sendo usadas para destruir o tecido social, espalhar um discurso de ódio, o que foi visto recentemente no massacre em Buffalo, no estado de Nova Iorque, há 10 dias.

O secretário-geral citou as ameaças da nova Guerra Fria com tons nucleares, o terrorismo sectário baseado em disputas antigas e a explosão do nacionalismo.

Cooperação internacional

Tudo isso, para ele, é sinal de um mundo em ruptura.

E segundo Guterres, a solução está na cooperação internacional. Na construção de confiança, que deverá ser fortalecida com as novas gerações de líderes também.

Ele afirma que sua geração e a geração de seus pais fracassaram nessa tarefa, mas que ele punha a esperança nos estudantes da Universidade de Seton Hall, neste dia da formatura.

Guterres disse que tinha esperança de que eles conseguiriam alcançar as metas de erradicar a pobreza e a fome, de desenvolver novas tecnologias e descobertas que possam acabar com o sofrimento e as doenças.

Para o chefe da ONU, os estudantes de hoje vão alcançar o fim de divisões e de ódio para implementar um diálogo pacífico e a civilidade do discurso.

Combustíveis fósseis

Guterres acredita que eles vão construir pontes, alcançar a paridade de gênero com conquistas para mulheres e meninas e erigir futuros melhores para todos.

O líder das Nações Unidas lembrou que os estudantes são a geração que conseguirá responder à emergência planetária e à mudança climática.

António Guterres lembrou que o investimento em combustíveis fósseis é uma rua sem saída econômica e ambientalmente.

Ele diz que está na hora de uma prestação de contas entre o que liquidam o futuro. Na semana passada, ele anunciou cinco ações para mudar para a energia renovável, e são os formados de hoje que darão as cartas.

O secretário-geral pediu aos estudantes que hoje entram no mercado de trabalho para não aceitarem empregos em empresas que destroem o clima. Ao lembrar, que a Universidade Seton Hall é católica ele ressaltou que – como católico – sempre se guiou pela parábola dos talentos, contada na Bíblia por Jesus Cristo.

Talento e Império Romano

Como o talento, era a moeda do Império Romano, as pessoas não são apenas privilegiadas por terem talentos e vantagens, mas também têm a responsabilidade de não os dilapidar, mas sim usá-los de forma construtiva que beneficie àqueles menos privilegiados.

Guterres acredita que a humanidade é capaz de alcançar grandes coisas, mas somente quando atua de forma unida, caminhando na mesma direção.

Ele pediu aos estudantes que sejam ousados, corajosos, cidadãos globais. E que utilizem seus talentos de forma generosa pelo bem da humanidade.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud