Organização Pan-Americana da Saúde pede mais testes contra covid-19
BR

23 abril 2020

Diretora da agência, Carissa Etienne, disse que é preciso agir rápido sobre envio de kits para que haja clareza sobre a circulação do vírus e o número de infectados pela doença; região deve receber 4,5 milhões de testes da Opas até a próxima semana. 

A Organização Pan-Americana da Saúde, Opas, apelou aos governos da América Latina e do Caribe que realizem testes contra o novo coronavírus para facilitar na resposta da região à pandemia.

Numa reunião virtual, realizada na terça-feira, a diretora da agência, Carissa Etienne, disse que a testagem tem de ocorrer mais rapidamente para que medidas adequadas possam ser tomadas. Ao todo, a Opas já enviou mais de 500 mil kits de teste para as Américas. Nesta semana e na próxima, mais 4,5 milhões de unidades devem ser despachadas pela agência. 

Ao todo, a Opas já enviou mais de 500 mil kits de teste para as Américas. Foto: Opas Barbados/Brenda Lashley

Mortes 

Segundo a chefe da Opas, os países devem adotar medidas de prevenção e preparar-se para mais casos, internações e mortes.

Até o início da semana, havia mais de 839 mil notificações confirmadas e cerca de 43 mil mortes pela covid-19 nas Américas. 

Etienne afirma que os países têm se preparado para testar e detectar casos antes mesmo de a Organização Mundial da Saúde declarar a doença como pandemia. 

Laboratórios 

Desde fevereiro, a Opas treinou e equipou pessoal de saúde e laboratórios para os testes em mais de 30 países. Mas com o aumento dos casos muitas nações latino-americanas e caribenhas têm tido dificuldades para responder a demanda. 

Para a chefe da Opas, os países devem priorizar as pessoas com sintomas e mapear os contatos dos contaminados pelo vírus. Além disso, é preciso expandir a capacidade de testagem gratuita de todos os laboratórios nacionais.

ONU Guyana
A Opas oferece treinamento em testes de covid-19 para especialistas de laboratório na Guiana.

Licitação 

A Opas disse que está atuando com grandes empresas de fabricação de testes para responder à demanda e inserir o teste no Fundo de Estratégia da agência.

A Opas também orienta os países no processo de licitação e de qualidade do material de testagem. 

Segundo Carissa Etienne, o acesso global a medicamentos, vacinas e equipamento para enfrentar a pandemia não pode ser privilégio de alguns países e comunidades.

O objetivo da Opas é que a testagem, tratamento e vacinas possam estar ao alcance de todos que precisam. 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Secretário-geral alerta para crise de direitos humanos causada por pandemia

António Guterres publicou relatório que destaca como estes direitos podem orientar a resposta e a recuperação da covid-19; para o chefe da ONU, “é inaceitável” usar este momento para aprovar medidas repressivas de longo prazo. 

Covid-19: OMS diz que existe “longo caminho a percorrer” e complacência é o maior perigo

Chefe da agência avisou que covid-19 “continua sendo extremamente perigosa” e maioria dos países ainda está nos estágios iniciais de suas epidemias; já foram confirmados quase 2,5 milhões de casos em todo o mundo e mais de 160 mil mortes.