Unesco ajuda a formar 400 jovens moçambicanos em codificação e programação de informática

3 outubro 2019

Iniciativa faz parte da Semana Africana da Programação; formação também irá acontecer em Angola; em 2019, evento pretende chegar a mais de 1,5 milhão de jovens e mais de 50 mil professores em 37 países.

Cerca de 400 alunos do ensino médio de Moçambique aprenderam noções básicas sobre programação e codificação de informática.

A iniciativa é da Organização da ONU para a Educação, Ciência e Cultura, Unesco, em parceria com o Parque de Ciência e Tecnologia da Maluana.

Objetivo

António Guterres em evento sobre programação informática
António Guterres em evento sobre programação informática, Foto ONU / Antonio Fiorente

A Semana Africana da Programação, Africa Code Week em inglês, começa oficialmente esta sexta-feira, 4 de outubro.

Em nota, o Unesco informa que as formações “visam aumentar o interesse dos jovens pela ciência informática, impulsionar o desenvolvimento sustentável e fechar a lacuna que existe entre meninas e meninos no mundo digital.”

Os alunos vieram de cinco escolas secundárias diferentes nos distritos de Marracuene, Maluana e Manhiça. Para incentivar a participação feminina nessa área, 86% dos estudantes escolhidos eram meninas.

Aulas

Os alunos aprenderam programação usando um software chamado Scratch. O programa, que foi desenvolvido pela universidade norte-americana Massachusetts Institute of Technology, MIT, é gratuito e ajuda os alunos a pensar de forma criativa e trabalhar em conjunto.

Segundo a Unesco, “os alunos demonstraram entusiasmo pela oportunidade de desenvolver capacidades digitais do século 21.”

Em setembro, os professores do Parque de Ciência e Tecnologia de Maluana também receberam formação. O Unesco diz que isso “foi uma oportunidade para treinar mais professores com conhecimentos digitais e ter instrutores mais experientes para eventos futuros.”

Alcance

A Africa Code Week é o maior evento de alfabetização digital do continente. Desde o início, já chegou a 4.1 milhões de jovens.

Em 2019, a organização pretende ter a maior edição de sempre. O objetivo é chegar a mais de 1,5 milhão de meninos e meninas e cerca de 50 mil professores em 37 países.

Angola também irá participar, com formações que acontecerão entre os dias 14 e 26 de outubro.

A Unesco é parceira do evento desde 2016, através da Iniciativa Juventude Móvel, que desenvolve projetos em todo o mundo na área da tecnologia digital.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud