Na ONU, ex-jogador Romário defende direitos das pessoas com deficiência no esporte
BR

12 junho 2019

Atleta sai em defesa de 40 milhões de pessoas que vivem com algum tipo de deficiência na 12ª sessão da Conferência dos Estados-Partes da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência; número corresponde a 20% da população brasileira. 

O ex-jogador de futebol e senador federal do Brasil, Romário, participou em um evento sobre a inclusão de pessoas com deficiência nas Nações Unidas.

A iniciativa aconteceu em paralelo à 12ª sessão da Conferência dos Estados-Partes da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, que acontece na sede da ONU, em Nova Iorque.

Importância

Em entrevista exclusiva à ONU News, Romário falou sobre a importância do esporte para estas pessoas no Brasil. Segundo ele, 20% da população brasileira, ou cerca de 40 milhões de pessoas, vivem com algum tipo de deficiência

“O esporte no país, principalmente quando a gente fala de esporte de alto nível, em Paraolimpíadas, os atletas brasileiros já deram exemplo de que podem realmente superar os seus limites. Infelizmente, não existe ainda uma política pública totalmente voltada para as pessoas com deficiência no que se refere ao esporte. Mas existe uma luta muito grande, muitos parlamentares hoje do Congresso Nacional entendem que essas pessoas podem, sim, praticar esporte e que o esporte pode ser uma das formas dessas pessoas se socializarem e eu sou um desses.”

Despertar

O antigo jogador de futebol foi eleito deputado federal pelo estado do Rio de Janeiro em 2010. Quatro anos mais tarde, foi eleito senador. O representante explicou como começou o seu interesse pelos direitos das pessoas com deficiência.

“Há 14 anos nasceu minha filha, minha princesa Ivy, com síndrome de down. A partir desse momento, comecei a enxergar e entender a vida bem diferente do que ela era. Exatamente há 14 anos. Tenho feito um trabalho muito direcionado às pessoas com deficiência, às pessoas com doenças raras. Essas bandeiras se tornaram as bandeiras mais importantes do meu mandato. Tenho a certeza de que as pessoas ainda vão ouvir muito do Romário senador, principalmente nesse tema, nesse seguimento.”

O senador disse que o Brasil “passa por um momento muito difícil” em termos econômicos, mas que “sempre tem esperança” de que temas como esse terão a atenção necessária.

“É claro que esses são temas que muitos, infelizmente, não dão a devida importância, mas como eu falei, nesses 14 anos eu entendi que estas pessoas merecem uma voz, merecem ter alguém que lute por eles, que fale por eles e traga para eles melhorias da qualidade de vida. E esse é o Romário hoje.”

Defensor

Em 2016, o Brasil acolheu os Jogos Paralímpicos. A competição atraiu 2,15 milhões de espectadores, tornando-se os segundos Jogos com mais espetadores, apenas atrás de Londres em 2012. Na internet, as várias competições foram as mais vistas na história, chegando a perto de 1 bilhão de pessoas.

Romário acredita que é preciso continuar a luta para que as pessoas com deficiência possam praticar esporte, não apenas de alto rendimento, como nos Paralímpicos, mas no dia a dia.

“Nós temos cada vez mais que demonstrar e tentar, na verdade, fazer com que essas pessoas mereçam espaço. Essas pessoas devem realmente fazer, através do esporte, o que elas querem fazer. E eu sou um guerreiro em relação a isso no Brasil, no mundo. Nessa minha primeira participação pela primeira vez aqui, nesse evento da ONU, aprendi muito, saí daqui muito mais sabedor do tema da pessoa com deficiência dentro do esporte e espero poder praticar o muito que aprendi aqui, ao longo desses dias, coisas importantes e interessantes para pessoas com deficiência no nosso país, no que se refere ao esporte.”

A 12ª sessão da Conferência dos Estados-Partes da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência termina esta sexta-feira, 13 de junho. O tema do encontro desse ano é a inclusão destas pessoas em um mundo em mudança.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Guterres: “inclusão de pessoas com deficiência é um direito humano fundamental”

ONU recebe 12ª sessão da Conferência dos Estados-Partes da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência; secretário-geral anuncia lançamento da Estratégia de Inclusão das Nações Unidas sobre Deficiência.