Atriz sul-africana Nomzamo Mbatha é nova embaixadora da Boa Vontade do Acnur

Embaixadora da Boa Vontade do Acnur, Nomzamo Mbatha, representado no campo de refugiados de Kakuma, no Quênia, em junho de 2018.
© Acnur/Tobin Jones
Embaixadora da Boa Vontade do Acnur, Nomzamo Mbatha, representado no campo de refugiados de Kakuma, no Quênia, em junho de 2018.

Atriz sul-africana Nomzamo Mbatha é nova embaixadora da Boa Vontade do Acnur

Migrantes e refugiados

Para a empresária e apresentadora de TV, deve ser celebrada a capacidade dos refugiados de perseverar e criar; recém-nomeada já esteve em Malaui, Quênia e Sudão do Sul; África Subsaariana tem cerca de 36% dos refugiados do planeta.

A ativista de direitos humanos sul-africana Nomzamo Mbatha é a nova embaixadora da Boa Vontade da Agência das Nações Unidas para Refugiados, Acnur.

A atriz, empresária e apresentadora de televisão colabora há dois anos com a agência em ações para aumentar a consciência sobre a situação dos refugiados em África.  Na região Subsaariana vivem cerca de 25 milhões de pessoas nessa situação, que correspondem a 36% dos refugiados do mundo.

Situação Difícil

Nesta segunda-feira, Mbatha reagiu à nomeação considerando que “a força dos refugiados, a sua capacidade de perseverar e a sua criatividade para tirar o melhor partido de uma situação difícil são razões que devem ser celebradas”.

Ela considerou sua nomeação “uma honra incrível” e explicou que “não via a hora de embarcar nessa jornada, aprender mais e usar a voz sendo realmente um agente de mudança”.

Trabalhando em prol de refugiados no continente, Mbatha já visitou acampamentos e assentamentos em países como Malaui, Quênia e Sudão do Sul.

Envolvimento de Mbatha inclui visitas em acampamentos e assentamentos no Malauí, no Quênia e no Sudão do Sul.
ONU
Envolvimento de Mbatha inclui visitas em acampamentos e assentamentos no Malauí, no Quênia e no Sudão do Sul.

História Pessoal

Em 2018, Nomzamo Mbatha apresentou a Cerimônia do Prêmio Nansen de Refugiados que homenageou o funcionário humanitário sul-sudanês Evan Atar. Ela também foi palestrante no primeiro evento do TEDx realizado em um campo de refugiados.

O foco dessa reflexão foi a ajuda dada aos refugiados, particularmente mulheres e crianças, que reflete sua história pessoal de superação na adversidade.