Situação de crianças órfãs e vulneráveis analisada em Moçambique

10 dezembro 2013

Unicef apoia encontro anual do Núcleo Multissetorial para as Crianças Órfãs; evento encerra nesta terça-feira, 10 de dezembro.

Ouri Pota, da Rádio ONU em Maputo.

Partilhar informações e boas práticas em matéria de proteção e assistência à criança a vários níveis faz parte dos objetivos agendados para o encontro que arrancou esta segunda-feira em Maputo.

Para a ministra da Mulher e da Ação Social de Moçambique, Iolanda Cintura, o encontro de dois dias será vai trocar ideias, experiências e boas práticas de diferentes atores sociais que têm contribuído para a concretização do programa do governo.

Direitos

“Vamos também refletir sobre as soluções para os problemas que afetam a criança no pais, com destaque para violência, o abuso sexual, a negligência, o desamparo, os casamentos prematuros, o tráfico, a questão do rapto. Iremos ainda analisar a situação da criança com deficiência, com vista adoção de medidas adequadas para assegurar o cumprimento dos seus direitos, a nível familiar, comunitário e da sociedade em geral”

No encontro de reflexão e aprovação do plano de 2014, fazem-se representar diretores

províncias, que em declarações à Radio ONU, de Maputo, falaram das expectativas sobre a questão de informação.

Expectativa

“A situação da criança na província de Manica é cada vez mais seria interessando os demais parceiros, membros de governo na perspetiva de atender-mos da melhor maneira possível a estas crianças. A expectativa que eu tenho e sairmos deste encontro com mais contribuição daquilo que são as realizações de todas províncias. Minha expectativa e de consultarmos ao Governo, os parceiros em particular a fazer algumas reflexões”.

Já o gestor sénior de governação e direitos da criança na ONG Save The Children, Judas Massingue, afirmou que a realização dos direitos a criança para a sua sobrevivência depende da coordenação entre diferentes setores.

Aprovação

“A interação, coordenação e articulação entre diferentes setores constitui uma ferramenta importante para a realização dos direitos da criança a sobrevivência, desenvolvimento, proteção e participação. Apraz apercebermos numa das realizações importantes do Núcleo Multissetorial para as Crianças Órfãs, Numcov em 2013 é a finalização e consequente aprovação pela direção Ministério da Mulher e Ação Social dos padrões mínimos de atendimentos a criança”.

A reunião anual do Núcleo Multissetorial para as Crianças Órfãs, Numcov, encerra nesta terça-feira, 10 de dezembro.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud