Ação ambiental comum reúne representantes africanos em Dacar  BR

Principal fórum ministerial ambiental na região defende que se aumente sua atuação em momento de grandes desafios ambientais
Cifor/Olivier Girard
Principal fórum ministerial ambiental na região defende que se aumente sua atuação em momento de grandes desafios ambientais

Ação ambiental comum reúne representantes africanos em Dacar 

Clima e Meio Ambiente

Conferência Ministerial Africana sobre o Meio Ambiente quer assegurar medidas em favor do bem-estar e da sustentabilidade; questões sobre a COP27 marcam semana de encontros na capital senegalesa; participantes querem definir bases regionais para temas como biodiversidade e desertificação.

Ministros realizam esta semana a 18ª Conferência Ministerial Africana sobre o Meio Ambiente em Dacar, Senegal. O tema do encontro é “Garantir o bem-estar das pessoas e a sustentabilidade ambiental na África”.
Até o último domingo, especialistas abordaram uma posição regional comum diante de desafios ambientais e oportunidades para criar empregos e melhorar os meios de subsistência da população africana.

Subsistência

Já os líderes do setor ambiental devem enfatizar a recuperação centralizada nas pessoas, com ênfase no seu bem-estar. A meta é promover ações ecologicamente sustentáveis, criando empregos e melhorando os meios de subsistência.

 Artistas senegaleses pintaram murais na capital, Dacar, sobre a era da Covid-19
Delphine Buysse
Artistas senegaleses pintaram murais na capital, Dacar, sobre a era da Covid-19

 

Na realidade pós-Covid-19, outro alvo é abordar os desafios e as oportunidades ambientais e associar esta atuação a questões relacionadas com o desenvolvimento sustentável no continente. O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente apoia a iniciativa.

O principal fórum ministerial ambiental na região defende que a região aumente sua atuação em momento de grandes desafios ambientais, incluindo as mudanças climáticas, a perda de biodiversidade e a poluição. 

A reunião discute políticas para a participação eficaz em eventos ambientais globais importantes para este ano, incluindo a 27ª. Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, COP27. O evento está agendado para novembro em Sharm el Sheikh, no Egito.

A Grande Muralha Verde continental tem 393 milhões de hectares de terras com potencial e oportunidades de restauração
FAO/Giulio Napolitano
A Grande Muralha Verde continental tem 393 milhões de hectares de terras com potencial e oportunidades de restauração

Biodiversidade

No mês seguinte, Canadá acolhe a 13ª. Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre a Diversidade Biológica em Montreal.

Dacar deve marcar debates sobre a atualização de temas da Assembleia das Nações Unidas para o Meio Ambiente como resoluções adotadas e o posicionamento africano na negociação de um possível tratado sobre poluição plástica.

O evento que acontece quatro meses depois da 15ª. Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas para o Combate à Desertificação, em Abidjan, deve refletir sobre os resultados do evento.