Dia Mundial da Internet é celebrado com apostas num futuro imediato
BR

17 maio 2022

Profissionais de diversas áreas em Moçambique partilham experiências sobre a importância da internet, que trouxe ganhos para suas atividades quebrando a dimensão de fronteiras geográficas.

O Dia Mundial da Sociedade de Informação ou Dia Mundial da Internet é celebrado neste 17 de maio com esperanças de desenvolvimento, chances de melhores empregos e mais interconectividade especialmente entre os jovens em Moçambique.

A ONU News ouviu profissionais jovens em marketing digital, artes plásticas e literatura e como eles utilizam a rede mundial de computadores em suas atividades.

Celso Muianga, editor literário na Fundação Fernando Leite Couto, considera que a internet é fundamental para seu trabalho
Ouri Pota
Celso Muianga, editor literário na Fundação Fernando Leite Couto, considera que a internet é fundamental para seu trabalho

 

Aldeia global

Celso Muianga, editor literário na Fundação Fernando Leite Couto, considera que a internet é fundamental para seu trabalho.  Ele considera a internet como uma “vitamina”.

“É uma vitamina no sentido de que precisamos receber e-mails. Agora é uma aldeia global, nós trabalhamos com gráficas de Moçambique, de países de África, europeus e até asiáticos…então deve imaginar quanto é importante a internet neste sentido: para podermos enviar ficheiros, muitos materiais de que precisamos para poder divulgar o nosso trabalho. Mas também é importante para podermos interagir com os nossos autores, sobretudo em momentos de produção de um livro ou de um trabalho que tenha sido programado.”

O editor literário menciona a comunicação com os formandos sem olhar a dimensão geográfica.

“Nós também temos organizado oficina de leitura, de escrita… então essas oficinas são partilhadas com muitas pessoas que vivem fora de Maputo, então nós conseguimos interagir com os candidatos desde a fase de candidatura, seleção e até o acompanhamento na fase da oficina, processo de criação. Usamos também as nossas ferramentas, WhatsApp. E-mail, googlemeeting…”

Silvia Panguane, especialista em marketing digital, considera que a Covid fez com que mais usuários se juntaram à rede
Sipiwe Jr.
Silvia Panguane, especialista em marketing digital, considera que a Covid fez com que mais usuários se juntaram à rede

Concurso

Já Walter Zand, artista plástico e docente universitário partilhou com a ONU News, uma das experiências positivas que o alegrou no início deste ano. Ele falou da iniciativa global de arte promovida pela empresa Suiça Swatch, que selecionou a sua obra para os “pulsos” dos relógios e a mesma esteve na Expo Dubai 2020.

“Os termos e condições para aplicar-se ao concurso da Swatch foram feitos pela internet através do e-mail, isto significa, que não precisamos ter presença física, mas a partir desta conectividade da internet nós podemos trabalhar remotamente. Esta comunicação resultou que eu fosse um dos escolhidos para fazer parte dos selecionados a trabalhar coma Swatch para exposição de Dubai.”

Dados do relatório Digital 2022 Global Digital Overview, indica que havia 7,54 milhões de usuários de internet em Moçambique em Janeiro de 2022. A taxa de penetração da internet era de 23,1% da população total no início de 2022. A análise refere que os utilizadores de internet em Moçambique aumentaram 1,4 milhões, mais 22,9%, entre 2021 e 2022. É neste contexto que a Silvia Panguane, especialista em marketing digital considera que a Covid fez com que mais usuários se juntaram à rede.

“Nós já vivemos a era digital. O futuro é hoje. A Covid obrigou toda a gente a reinventar-se. Tivermos que readaptar-se para uma realidade que não estávamos à espera, mas que no final do dia correu tudo bem porque estávamos todos conectados. Por isso não é possível hoje em dia falar de internet, sociedade, sem falar desta evolução tecnológica que nós vivemos que tem como base a internet.”

Walter Zand, artista plástico e docente universitário, partilhou com a ONU News, uma das experiências positivas que o alegrou no início deste ano
Ouri Pota
Walter Zand, artista plástico e docente universitário, partilhou com a ONU News, uma das experiências positivas que o alegrou no início deste ano

Sem internet

Estima-se que 25 milhões de pessoas em Moçambique não utilizavam a internet no início de 2022, o que significa que 76,9% da população permaneceu offline no início do ano.

No entanto, os problemas relacionados ao Covid continuam a afetar a pesquisa sobre a adoção da Internet, portanto, os números reais de usuários da internet podem ser maiores do que os publicados.

O Dia Mundial da Sociedade da Informação, que também é conhecido como Dia Mundial da Internet foi instituído no dia 17 de maio de 2005, após uma Assembleia Geral das Nações Unidas, realizada na Tunísia. A primeira vez que se comemorou essa data foi em 2006.

*De Maputo para ONU News, Ouri Pota

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud