Líderes mundiais lançam plano de US$ 23 bilhões para acabar com pandemia
BR

9 fevereiro 2022

Iniciativa Acelerar o Acesso a Ferramentas da Covid-19, ACT, quer ampliar testagem, vacinas, tratamentos e equipamentos de proteção pessoal; secretário-geral António Guterres está otimista com fim da fase emergencial em 2022 e com a recuperação econômica. 

Líderes de todo o mundo anunciaram, nesta quarta-feira, uma campanha para conseguir US$ 23 bilhões e Acelerar o Acesso a Ferramentas da Covid-19, ou ACT, na sigla em inglês. O objetivo é acabar com a pandemia ainda neste ano de 2022.  

O projeto ACT busca ultrapassar as diversas desigualdades que os países de rendas baixa e média enfrentam contra o coronavírus. A verba será utilizada para ampliar o acesso a testes, tratamentos, vacinas e equipamentos de proteção pessoal.  

Combate à Ômicron  

Italianos esperam em fila para realizar teste de Covid-19.
Foto: Unsplash/Gabriella Clare Marino
Italianos esperam em fila para realizar teste de Covid-19.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, OMS, o dinheiro é necessário com urgência para que agências em vários países tenham a capacidade de implementar medidas essenciais de combate à pandemia e em especial, à variante Ômicron.  

Durante o lançamento da campanha, em Nova Iorque, o secretário-geral da ONU disse que está otimista com a possibilidade de a pandemia acabar ainda este ano. 

António Guterres acredita no fim da fase emergencial, na recuperação econômica e no resgate dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ODSs.  

Travar desigualdades  

Um laboratório de testes da Covid-19 na cidade de Bulawayo, Zimbabué.
OIT/KB Mpofu
Um laboratório de testes da Covid-19 na cidade de Bulawayo, Zimbabué.

Segundo ele, para garantir que todos tenham acesso à vacinação e assim, acabar com a pandemia, é preciso “injetar justiça no sistema”, uma vez que estamos entrando no “terceiro ano da pandemia e o mundo está longe de atingir metas cruciais”.  

António Guterres mencionou quais são esses objetivos: “vacinar o globo, aumentar a testagem, tornar tratamentos eficazes que salvam vidas acessíveis a todos e proteger os profissionais de saúde na linha de frente com equipamentos de proteção”.  

O secretário-geral reiterou que a desigualdade na distribuição das vacinas “é o maior fracasso moral dos nossos tempos e as pessoas estão pagando o preço”. Mas ele, ressaltou progressos recentes para atingir metas quando há recursos e união.  

O chefe da ONU pediu ação imediata para vacinas, testes e tratamentos eficazes, especialmente porque nações de rendas baixa e média não estão tendo acesso “a essas ferramentas essenciais para acabar com a pandemia”.  

Segundo Guterres, a iniciativa ACT fornece um caminho “coordenado e credível para o fim da pandemia de Covid-19 para todas as pessoas, em todos os lugares” e por isso é necessário financiamento por parte de todos os países.” 

 

 

 

 

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud