Unesco retira Liverpool da lista de Patrimônio Mundial
BR

21 julho 2021

Decisão levou em conta as construções que ocorrem na orla marítima da cidade inglesa; Comitê do Patrimônio Mundial entende que obras de desenvolvimento da região prejudicam a autenticidade e a integridade do local.  

O porto da cidade de Liverpool, na Inglaterra, já não é mais Patrimônio Mundial da Humanidade. A decisão foi tomada esta quarta-feira, em Fuzhou, na China, onde acontece o encontro anual do Comitê do Patrimônio Mundial da Unesco. 

Segundo a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, a Cidade Mercantil Marítima de Liverpool foi retirada da lista porquê houve “perdas irreversíveis ao valor universal e excepcional” da área portuária. 

Desenvolvimento Imobiliário  

A zona marítima de Liverpool foi eleita Patrimônio Mundial em 2004 e alguns anos depois, em 2012, entrou para a lista de Patrimônio em Perigo.  

A Unesco explica que na época, já existiam preocupações com o plano de desenvolvimento da orla marítima e essas alterações acabaram acontecendo. 

Agências de notícias citam construções imobiliárias e o plano para ser erguido ali um estádio de futebol. Na avaliação da Unesco, “essas construções prejudicam a autenticidade e a integridade” do local.  

Cidade Marítima Mercantil de Liverpool
Foto: Nomination File
Cidade Marítima Mercantil de Liverpool

 

Local Histórico  

O centro histórico e as docas de Liverpool fizeram parte de um dos maiores centros de negócios do mundo nos séculos 18 e 19. A Unesco destaca que qualquer decisão do tipo, é uma perda para a comunidade internacional. 

Esta foi apenas a terceira vez que o Comitê decidiu excluir um local da Lista do Patrimônio Mundial. O Vale Elbe, na Alemanha, e o Santuário Árabe de Oryx, em Oman, são os outros pontos que já perderam o status de patrimônio da humanidade.  

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud