Guterres quer que G-20 estenda alívio da dívida até 2021 por causa da pandemia
BR

21 novembro 2020

Secretário-geral falou a jornalistas à véspera do evento na Arábia Saudita; para ele, é hora de “solidariedade e cooperação” para vencer o coronavírus; medida deve beneficiar todos os países em desenvolvimento e de renda média que precisem do apoio para responder à Covid-19.

O chefe da ONU, António Guterres, participa neste sábado do Encontro de Cúpula do G-20, as 20 maiores economias do mundo, que acontece na Arábia Saudita.

A reunião do grupo, que inclui o Brasil, deve durar dois em dias, em Riyadh, capital do país árabe.

BioNTech
Guterres elogiou os avanços na produção de uma vacina contra a Covid-19, mas disse que a imunização tem que chegar a todos sendo uma “vacina do povo”.

Vacina

Numa entrevista a jornalistas, na sede da ONU em Nova Iorque, Guterres disse que o mundo precisa de solidariedade e cooperação e elogiou a notícia de uma vacina contra a Covid-19. 

Mas para ele, é preciso fazer ainda mais para vencer a crise global.

Segundo Guterres, o G-20 precisa estender o alívio da dívida de países em desenvolvimento e países de renda média até o final de 2021 para ajudar na recuperação da crise causada pela pandemia.

O secretário-geral afirmou que o caminho a seguir deve ser inclusivo e sustentável. E para tal, todos precisam melhorar suas metas de resposta à mudança climática.

Ele elogiou os avanços na produção de uma vacina contra a Covid-19, mas disse que a imunização tem que chegar a todos sendo uma “vacina do povo”.

Unicef/Fazel
Peso demográfico dos PMAs contrasta com o rendimento médio de 1,3% do Produto Interno Bruto global

Pobreza e fome

Ao citar o endividamento dos países, agravado pela pandemia, o secretário-geral afirmou que o mundo em desenvolvimento está à beira do precipício da ruína financeira com aumento da pobreza, da fome e de “um sofrimento indescritível”.

O chefe da ONU alerta para o efeito dominó de uma bancarrota, que poderia arrasar a economia global.

Para Guterres, o mundo não pode permitir que a Covid-19 se transforme numa pandemia da dívida.

Sobrevivência

Ele criticou o fato de pacotes de resgate do G-20 se comprometerem com um 50% a mais de financiamentos para combustíveis fosseis, se comparado aos compromissos feitos com iniciativas de baixo carbono.

Ao mesmo tempo, Guterres elogiou a criação e crescimento da coalizão para zero emissões de dióxido de carbono até 2050.

Até o início de 2021, mais de 70% da economia global terá aderido às metas de neutralidade de carbono.

Ele encerrou demonstrando “firme esperança” de que 2021 será um ano de avanços nesta área, e que neste caso, solidariedade significa sobrevivência.
 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Guterres diz que vacina contra Covid-19 tem que chegar a todos que precisam 

Secretário-geral falou a jornalistas sobre participação no encontro do G-20, que começa neste sábado na Arábia Saudita; para ele, imunização universal é a única maneira de parar o coronavírus.

Guterres pede mais cooperação do G-20 em momento de recuperação da pandemia 

Em encontro ministerial do grupo, chefe da ONU fala de aumento de preocupações sobre fim de restrições e de longo caminho até plena solidariedade no combate à Covid-19; encontro virtual de chefes da diplomacia reúne 20 maiores economias do globo.