Volkan Bozkir disse que o sistema foi projetado para ser flexível.

Presidente da Assembleia Geral pede compromisso com multilateralismo  BR

ONU/Eskinder Debebe
Volkan Bozkir disse que o sistema foi projetado para ser flexível.

Presidente da Assembleia Geral pede compromisso com multilateralismo 

Assuntos da ONU

Volkan Bozkır abriu a 75ª Sessão destacando potencial da ONU e incentivando a união em benefício de todos os países; ele incentivou diálogo “honesto e delicado” sobre falhas do sistema multilateral. 

O presidente da Assembleia Geral recordou que este ano o debate geral assumiu novo formato: sem a presença pessoal de líderes globais. Volkan Bozkır pediu o reforço do multilateralismo e a união para beneficiar a todos. 

O representante disse que esses dois pontos devem ser lembrados pelo mundo nesta reunião diante de desafios como pandemia, pobreza, desigualdade, mudança climática e muitos outros. 

Mundo melhor 

Para ele, a 75ª Assembleia Geral “pode criar um mundo melhor para todos e ser um “sucesso histórico”. 

Em tempos de pandemia, Volkan Bozkır  citou a interdição da educação que colocou em risco o futuro coletivo, onde os mais vulneráveis foram os que mais sofreram. Ele apontou ainda o aumento da violência grupos religiosos e locais de culto. 

Volkan Bozkir, presidente eleito da 75ª Sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas
Volkan Bozkir, presidente eleito da 75ª Sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas, by ONU/Mark Garten

Diante dessa situação, Bozkır disse que os esforços coletivos devem ser dedicados a enfrentar o problema global da pandemia e garantir que “ninguém seja deixado para trás”.  

O presidente da Assembleia Geral destacou ainda a primeira linha do preâmbulo da organização “Nós, os povos das Nações Unidas”. Dirigindo-se à comunidade internacional destacou que  é possível conseguir  retomar o compromisso com o multilateralismo. 

Origens 

Volkan Bozkır lembrou  o potencial das Nações Unidas, ao destacar que é importante considerar as origens da organização a partir da Segunda Guerra Mundial e que hoje se que deve fazer melhor. 

De acordo com o líder, o sistema foi projetado para ser flexível e na recuperação da pandemia o mundo pode planejar, inovar e se reconstruir melhor para uma recuperação sustentável, inclusiva e justa.  

Para Bozkir, a pandemia apenas aumentou as demandas sobre a ONU e para que estas sejam atendidas a organização e a Assembleia Geral, em particular, precisarão aumentar a coordenação, coerência, eficiência e capacidade de cumprimento, dentro de seu trabalho e em relação a outros órgãos.  

Conversa honesta 

Participantes de um evento na ONU seguram cópias da Carta das Nações Unidas
Participantes de um evento na ONU seguram cópias da Carta das Nações Unidas, by Foto ONU/Amanda Voisard

Volkan Bozkır pediu mais esforços das agências das Nações Unidas para combater a pandemia. E disse que o mundo “deve estar preparado para ter uma conversa dura e honesta sobre onde o sistema multilateral está falhando.” 

Com o início da Década de Ação para a implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ODS ele disse que é preciso renovar os esforços para cumprir a Agenda 2030.  

Outra necessidade de momento é garantir que os esforços para a recuperação global da pandemia estejam totalmente alinhados com a implementação dos ODSs.  

Mulheres 

Nesse sentido ele pediu que haja atenção às necessidades dos países em situações especiais, incluindo os menos desenvolvidos. Volkan Bozkır mencionou “mulheres que não têm acesso a trabalho decente e enfrentam “salário igual, educação de qualidade e cuidados de saúde adequados.” 

Para melhorar a vida de mulheres e meninas, Bozkır destacou o encontro a ser realizado nessa reunião para marcar o 25º ano da Quarta Conferência Mundial sobre a Mulher, que marca o início da ação para abordar a desigualdade. 

Assembleia Geral acolhe debate geral com novo formato: sem a presença pessoal de líderes globais.
Foto ONU: Eskinder Debebe
Assembleia Geral acolhe debate geral com novo formato: sem a presença pessoal de líderes globais.