Unicef Portugal apoia reabertura das escolas promovendo ambiente saudável 
BR

21 setembro 2020

Agência preparou vídeos para crianças e jovens com recomendações aos pais, famílias e responsáveis pelos alunos;  guia com contribuição de especialistas promove saúde psicológica e bem-estar dos que regressam ao colégio após uma longa quarentena.

O Fundo da ONU para Infância, Unicef, em Portugal lançou uma ação de apoio para o retorno seguro dos alunos às escolas do país.

O alvo de novas recomendações da agência são crianças, jovens, famílias, pais, cuidadores e comunidade escolar.

Rotina

Uma nota publicada esta segunda-feira sublinha a importância de se reabrir a escola “enquanto espaço seguro e protetor para o desenvolvimento de todas as crianças”. No total, Portugal teve mais de 21,5 mil casos ativos com 1.920 mortes durante o alto período da pandemia

As autoridades portuguesas anunciaram o uso de máscara e o distanciamento físico para evitar novas infecções pela Covid-19 como parte dos esforços para a retomada de aulas presenciais.

Para a diretora-executiva do Unicef Portugal, Beatriz Imperatori, mais do que locais para a aprendizagem de conteúdos acadêmicos, as escolas “são espaços que garantem às crianças o acesso a serviços essenciais de educação, de proteção, de nutrição e de saúde”. Para ela, reabertura dos colégios é uma ótima notícia para os alunos.

Unicef/Josue Mulala
Interrompimento de aulas em todo o mundo teve um custo, mas pode ser evitado

A agência realça que cerca de nove meses após a pandemia, 19.872 milhões de alunos em 51 países ainda não regressaram às salas de aula. A proporção corresponde à metade da população estudantil do globo.O Unicef aponta que é importante que as partes envolvidas no processo colaborem e que, “em cada comunidade educativa, cada um dos seus membros, seja responsável pelo cumprimento das medidas.”

Oportunidade

Imperatori realça que a responsabilidade, o diálogo e o envolvimento de todos sejam “a nota dominante para manter as escolas abertas, para que todas as crianças tenham um espaço seguro para crescer e aprender, garantindo assim que todas têm uma oportunidade justa.” 

Nas recomendações para o regresso escolar o destaque vai para o direito à educação, à saúde, à proteção e garanta o bem-estar da criança a agência. Os  materiais foram colocados ao dispor dos leitores em https://www.unicef.pt/covid-regresso-as-aulas.

Crianças e jovens têm vídeos que destacam a importância de respeitar as normas de segurança na escola. Já as famílias têm o guia com orientações com o título Como será o regresso à escola durante a pandemia da Covid-19? Outras Recomendações estão na publicação “A pandemia da Covid-19 e as máscaras: Recomendações para as famílias – O que deve saber sobre as máscaras e como apoiar a sua família na sua correta utilização.”

Parceria 

Os pais terão ainda um guia para promover a saúde psicológica e o bem-estar das crianças e jovens no regresso à escola. O documento foi produzido em parceria com a Ordem dos Psicólogos Portugueses.

Antes, a diretora-executiva do Unicef, Henrietta Fore, destacou que é preciso que “se olhe para as necessidades infantis como um todo e se garanta que o interesse superior da criança é a prioridade”.
 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud