Covid 19 é o maior desafio desta era, diz Guterres à assembleia da OMS
BR

18 maio 2020

Secretário-geral falou por videoconferência ao maior evento anual da Organização Mundial da Saúde; para ele, a economia não se recuperará se o vírus não for controlado. 

As Nações Unidas pediram um esforço multilateral maciço para vencer a pandemia do novo coronavírus.

Em mensagem de vídeo à Assembleia Mundial da Saúde, aberta nesta segunda-feira em Genebra, o secretário-geral da ONU disse que a Covid-19 é o maior desafio desta era.

OMS/Christopher Black
Chefe da OMS disse que os casos aumentam exponencialmente e os hospitais atingem a capacidade máxima.

Mudança climática 

António Guterres ressaltou que a fragilidade exposta pelo vírus não é só dos sistemas de saúde, mas de outras áreas. E para ele, a deficiência da resposta global à pandemia é realçada pela falha na resposta global à mudança climática.

Guterres afirmou que a escolha entre salvar a economia e combater a Covid-19 é uma falsa dicotomia.

Segundo o líder das Nações Unidas, não haverá recuperação econômica enquanto o vírus não for controlado.

Naçoes Unidas
Na Síria, medidas de combate à pandemia dificultam entrega de ajuda

Alerta 

Ele classificou a Covid-19 de tragédia e disse que a pandemia deve soar como alerta para abrir os olhos de todos.

O chefe da ONU afirmou que muitos países ignoraram as recomendações da OMS e que por isso, o número de casos tem aumentado. 

Ele chamou atenção para a disseminação da doença nos países do Hemisfério Sul, onde o impacto será ainda mais arrasador. 

Três pilares 

O secretário-geral contou que desde o início da pandemia, ele e a OMS advogaram por três pilares na resposta: coordenação em larga escala gerida pela OMS e com a solidariedade para os países em desenvolvimento incluindo ajuda humanitária. 

A isso, o chefe da ONU juntou assistência de saúde mental; em segundo lugar, ele pediu políticas para as consequências socioeconômicas da crise levando em conta os mais afetados; Guterres pediu aos membros do G-20 que analisassem um pacote de estímulo fiscal equivalente ao dobro da porcentagem do PIB global, com maior apoio de instituições financeiras como o Fundo Monetário Internacional, FMI, e outras. 

E por último, ele alertou sobre a necessidade de que a recuperação da Covid-19 leve a economias e sociedades mais inclusivas, sustentáveis, equitativas e resilientes.

Unicef/Fouad Choufany
Enfermeira mede temperatura de menina em Hospital de Beirut, no Líbano

Pessoal de saúde 

O chefe da ONU acredita que as pessoas têm de estar no centro da resposta e advogou por cobertura universal de saúde.

Ele finalizou o discurso elogiando o trabalho do pessoal de saúde na batalha contra a pandemia dizendo que esses profissionais são os verdadeiros heróis desta crise global.  

E ao mencionar os pedidos de investigação da origem da pandemia, Guterres afirmou que chegará o momento de realizá-la, mas que agora é hora de união e solidariedade da comunidade internacional para acabar com o vírus e suas consequências destruidoras.

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud