Energia renovável ultrapassou crescimento de fontes fósseis em 2019
BR

21 abril 2020

Em relatório, Programa das Nações Unidas Para Meio Ambiente, Pnuma, diz que recuperação após pandemia pode ser beneficiada por energia limpa levando a mais desenvolvimento sustentável. 

Após a onda de isolamento social provocada pelo novo coronavírus em todo o mundo, governos e sociedades terão a oportunidade de iniciar o processo de recuperação econômica de “forma melhor e mais sustentável”.

A aposta é da agência da ONU para o Meio Ambiente, Pnuma.

Mulher no Afeganistão junto a antena de energia solar. Foto: Pnud/Rob Few

Bioenergética 

Segundo a Agência Internacional de Energia Renovável, Irena, as estatísticas para este ano mostram que as matrizes limpas de energia como energia hidráulica, solar, eólica, geotérmica e bioenergética foram responsáveis por 72% do crescimento no setor no ano passado.

A expansão das fontes renováveis foi de 7,6% adicionando 176 gigawatts na capacidade global de geração, um pouco abaixo dos 179 gigawatts registradora em 2018. 

Mas é importante compreender que a eletricidade corresponde apenas a 20% da energia usada no mundo.

ONU
O relatório do Pnuma também ressalta que a energia renovável ainda enfrenta desafios em áreas como aviação, navegação e transportes de bens pesados. 

Aviação 

O resto vem de fontes fósseis como carvão, gás e petróleo.  O relatório do Pnuma também ressalta que a energia renovável ainda enfrenta desafios em áreas como aviação, navegação e transportes de bens pesados. 

No ano passado, a energia solar e eólica dominaram a capacidade de expansão com 90% de todas as fontes de energia limpa. Já a energia solar cresceu 20%. 

China e Estados Unidos continuam crescendo em fontes eólicas de energia. China, Coreia do Sul, Índia e Vietnã registraram os mais altos níveis de energia solar em 2019.
 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Unesco destaca uso de televisão em São Paulo para combater desigualdades no ensino a distância

Cerca de 1,5 bilhão de estudantes estão sendo afetados pelo fechamento de escolas em todo o mundo para combater pandemia; agência da ONU dá exemplos de como vários países estão respondendo a desafios como acesso desigual à internet.

Concerto com Lady Gaga e artistas arrecadou US$ 127 milhões para combater coronavírus

Organização Mundial da Saúde anunciou que fundos irão para entidades que enfrentam pandemia; chefes de 15 agências da ONU pedem US$ 350 milhões para sistema de logística global contra doença.