Brasileiros unem-se a Rotary Clube britânico para apoiar escola no Sudão do Sul

7 setembro 2018

Iniciativa conta com o apoio de ex-boina azul da ONU, Roger Hughes, e  da major brasileira Fernanda Santos, além de outros brasileiros que servem na Missão da ONU no país, Unmiss; projeto é uma iniciativa individual.

Boinas azuis da ONU e um ex-militar britânico que serviu no Sudão do Sul, juntaram forças para apoiar uma escola na aldeia de Queen’s Village, perto da sede da Missão da ONU no país, Unmiss.

Após fazerem o pedido de ajuda pela internet, brasileiros comandados pela major de São Paulo, Fernanda Santos, conseguiram comprar um reservatório de água.

Iniciativa Individual

A major Fernanda Santos disse à ONU News que a iniciativa tem caráter individual.

“O policiamento comunitário trabalha também com Confidence and Trust Building que é Confiança e Construção de Confiança com a população. Hoje a gente veio visitar nossos amigos. Numa iniciativa de outros funcionários da ONU foi doada uma bomba com o patrocínio do Rotary Club da Inglaterra. Uma bomba que filtra a agua que elimina cerca de 99% dos germes. Os brasileiros fizemos aqui uma recolha de fundos e conseguimos comprar um reservatório de água.”

A falta de água potável na escola, levava os moradores a caminharem até 1,5 km todos os dias para buscar água.

Patrulhamento

Um ex-boina-azul britânico, Roger Hughes, que havia servido na Unmiss, decidiu contatar a diretoria do Rotary Clube inglês e conseguiu a doação de uma bomba d’água.

Os boinas-azuis perceberam as carências da aldeia sul-sudanesa quando foram fazer o patrulhamento da área. O local está numa zona livre de armas e que tenta se reerguer dos traumas do conflito.

Com a iniciativa, as crianças da Escola Primária Queen’s Nursery poderão consumir agora água potável.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud