Lowcock faz primeira visita de um chefe humanitário da ONU à Coreia do Norte em sete anos

9 julho 2018

Até quinta-feira, Mark Lowcoxk estará na capital Pyongyang e na província de Hwanghae; cerca de 40% da população norte-coreana precisa de apoio humanitário.

O subsecretário-geral da ONU para os Assuntos Humanitários, Mark Lowcock, está desde esta segunda-feira na Coreia do Norte para avaliar projetos da ONU e o impacto do financiamento internacional sobre os mais vulneráveis do país.

A visita do também coordenador de Auxílio de Emergência é a primeira de um chefe humanitário ao país desde 2011. Como parte da sua missão, Lowcock estará na capital Pyongyang e no sul da província de Hwanghae.

Assistência

Lowcock deve se reunir com funcionários do governo, parceiros e beneficiários de ajuda humanitária no país onde mais de 10 milhões de pessoas carecem de assistência. O número equivale a 40% da população norte-coreana.

Em abril, a comunidade humanitária pediu urgentemente US$ 111 milhões para fazer chegar ajuda humanitária a milhões de necessitados.

Uma das mais importantes questões no país é a subnutrição. O problema afeta mais de um quarto das crianças, que sofrem de atraso de crescimento devido à falta de alimentos adequados.

Outras limitações são acesso a serviços básicos no país onde grande parte da população vive sem uma fonte de água potável de confiança. Quase um quarto das pessoas não tem instalações de saneamento básico, o que contribui para sérios problemas de saúde.

Estratégia

O Plano de Necessidades e Prioridades para a Coreia do Norte prevê alcançar 40 milhões de pessoas. Metade dos beneficiários deve ter serviços de saúde e nutrição. A estratégia prevê ainda ajudar a melhorar o acesso à água potável e ao saneamento para mais de 350 mil pessoas.

As agências humanitárias preveem apoiar a produção de alimentos, prestar ajuda aos agricultores a se adaptarem a desastres naturais recorrentes, realizar ações para prevenir e tratar a desnutrição.

A outra vertente das agências é aumentar as taxas de imunização e garantir o acesso de mais pessoas a instalações seguras de água e saneamento.

 

Apresentação: Eleutério Guevane

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud