Coreia do Norte cita compromisso de desnuclearização com chefe humanitário da ONU

12 julho 2018

Mark Lowcock recebeu descrição de como processo deve decorrer; subsecretário-geral da ONU para os Assuntos Humanitários terminou visita ao país na quarta-feira.

O subsecretário-geral da ONU para os Assuntos Humanitários, Mark Lowcock, encontrou-se com membros do Governo da Coreia do Norte que mencionaram o empenho com a desnuclearização do país.

Falando aos jornalistas, em Pyongyang, Lowcock disse que recebeu uma descrição do compromisso com esse processo, de como o pretendem fazer e como colocam uma ênfase maior no crescimento econômico.

Encontros

Na quarta-feira, o chefe humanitário encontrou-se com o presidente do Presidium, o órgão legislativo do país asiático.  

Ele diz que os representantes norte-coreanos “desejam trabalhar com as agências humanitárias e lidar com estes assuntos de forma separada das dinâmicas políticas”.

Durante a sua visita de dois dias, Lowcok também se encontrou com o ministro de Saúde Pública e com altos funcionários do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Ajuda humanitária

O subsecretário-geral da ONU visitou a Coreia do Norte para avaliar as necessidades humanitárias e o apoio das Nações Unidas ao país asiático.

Ele pediu aos doadores que aumentem as contribuições para o país. O Plano de Necessidades e Prioridades de 2018, lançado em abril, ainda só recebeu 10% de financiamento.

Segundo ele, “a principal prioridade é assegurar financiamento e angariar os US$ 111 milhões necessários”.

Veja neste vídeo, em inglês, imagens da visita:

O Escritório da ONU de Assistência Humanitária, Ocha, afirma que 10,6 milhões de pessoas precisam de ajuda. A subnutrição crônica afeta 20% das crianças.

Para Lowcock, o acesso aos serviços básicos de saúde continua a ser uma preocupação. Muitas partes do país não têm instalações, equipamentos, medicamentos ou pessoal necessários para fornecer serviços de qualidade.

 

Apresentação: Alexandre Soares