Unicef: 30 mil crianças centro-africanas sob risco de fome

25 abril 2014

Somente nos primeiros três meses deste ano, o número de menores tratados pelo problema triplicou em Bangui, capital do país, se comparado ao mesmo período de 2013.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, afirmou que cerca de 30 mil crianças podem sofrer má nutrição aguda na República Centro-Africana nos próximos meses.

Em comunicado, o Unicef destaca que a estação de chuvas aproxima-se do país africano e o risco de morte de crianças pela doença.

Recursos

O porta-voz da agência, Christophe Boulierac, afirmou que 6,8 mil menores foram tratados na capital do país, Bangui. O número de casos somente de janeiro a março deste ano é três vezes maior, se comparado ao mesmo período de 2013.

O Unicef é o maior fornecedor de suplementos nutricionais como o leite terapêutico, mas a falta de recursos está a ameaçar a assistência. A agência da ONU precisa de US$ 11 milhões para financiar o programa, que no momento só conseguiu aproximadamente 30 por cento da quantia.

O Escritório de Assistência Humanitária, Ocha, também reclamou da falta de apoio financeiro. Até ao momento, apenas 28% do apelo de US$ 551 milhões foram entregues.

*Apresentação: Denise Costa.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud