ONU celebra Dia Internacional dos Povos Indígenas com eventos em NY BR

ONU celebra Dia Internacional dos Povos Indígenas com eventos em NY

Secretário-Geral disse que os indígenas representam uma diversidade notável com mais de 5 mil comunidades distintas; data vai ser comemorada com cerimônias no East River e na sede das Nações Unidas.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A ONU marca o Dia Internacional dos Povos Indígenas, esta sexta-feira, com vários eventos em Nova York.

O Secretário-Geral, Ban Ki-moon, afirmou que os povos indígenas representam uma variedade notável, com mais de 5 mil comunidades distintas que representam 5% da população mundial.

Visão e Valores

Ban disse que todos devem trabalhar para fortalecer as parcerias e garantir que as políticas e ações adotadas pelos países respeitem a visão e reflitam os valores indígenas.

O foco deste ano é em relação à importância do cumprimento dos tratados firmados entre os governos e os povos indígenas, com ênfase aos princípios de amizade, cooperação e paz.

Evento

O evento “Povos indígenas construindo alianças: honrando tratados, acordos e outros arranjos construtivos”, que será realizado na sede da ONU, vai contar com a participação de várias autoridades.

Além do Secretário-Geral, Ban Ki-moon, estarão presentes a secretária-geral assistente, Shamshad Akhtar e o presidente do Fórum Permanente sobre Assuntos Indígenas, Paul Sena.

Logo depois dos discursos, haverá um debate interativo que contará com a presença do chefe indígena Oren Lyons da Nação Onondaga.

Tradições

Calcula-se que existam, atualmente, 370 milhões de indígenas espalhados por 90 países. Segundo a ONU, eles seguem tradições e possuem características políticas, econômicas, sociais e culturais distintas das sociedades dominantes nos locais onde vivem.

A Declaração das Nações Unidas sobre os Direitos dos Povos Indígenas, adotada pela Assembleia Geral em 2007, reconhece o direito de auto-determinação dessas pessoas.

Como parte das celebrações, um grupo de remadores, indígenas e não indígenas, vai chegar, pela manhã, ao Pier 96 do East River, rio que corta a cidade de Manhattan, e depois seguem para uma cerimônia na ONU, na parte da tarde.