Chefe de Segurança da ONU pede demissão BR

Chefe de Segurança da ONU pede demissão

Decisão de subsecretário-geral David Veness foi anunciada após resultado de relatório que apurou causas do atentado, de dezembro, na Argélia.

Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, informou que o subsecretário-geral para Segurança, David Veness, pediu demissão do cargo após o resultado de uma investigação interna sobre o atentado, em 11 de dezembro, contra a sede da ONU em Argel, capital da Argélia.

Segundo Ban Ki-moon, Veness assumiu inteira responsabilidade por qualquer falha na segurança que tenha levado ao ataque.

Dedicação

O atentado, com um carro-bomba, matou dezenas de pessoas incluindo 17 funcionários da ONU.

Através de uma nota, lida pela porta-voz Michele Montas, Ban Ki-moon agradeceu a dedicação e os serviços prestados à ONU por David Veness.

Montas afirmou que Ban agradeceu ao chefe de segurança pelo senso de devoção e forte motivação profissional.

Segundo Ban, o próprio painel que investigou as causas do atentado terrorista reconheceu o empenho de Veness em seu posto.

O chefe da segurança deve permanecer no cargo, a pedido de Ban Ki-moon, até que um sucessor seja selecionado.