Relatores pedem fim da violência na Colômbia BR

Relatores pedem fim da violência na Colômbia

Comunicado do Conselho de Direitos Humanos afirma que 21 sindicalistas e líderes civis já foram mortos neste ano.

Iara Luchiari, Rádio ONU em Nova York*.

Um grupo de relatores especiais das Nações Unidas emitiu um comunicado pedindo o fim da violência contra ativistas e defensores dos direitos humanos na Colombia.

Segundo a nota, assinada pelos relatores Hina Jilani, Philip Alston e Leandro Despouy, líderes sindicalistas, advogados e ativistas de direitos humanos são os principais alvos de assassinatos, intimidações e ameaças de morte no país.

Violência

Somente desde o início deste ano, 21 pessoas foram mortas incluindo líderes sindicalistas e civis.

Além disso, houve ameaças de morte atribuídas a grupos armados.

A Colômbia vive um conflito de mais de quatro décadas entre rebeldes, tropas do governo e grupos paramilitares.

Apresentação*: Mônica Villela Grayley, Rádio ONU em Nova York.