Perspectiva Global Reportagens Humanas

Refugiados começam a retornar à casa no Timor

Refugiados começam a retornar à casa no Timor

Agência da ONU no país, Ocha, diz que encerramento de campo com 173 famílias é sinal de progresso na estabilidade política.

Iara Luchiari, Rádio ONU em Nova York.

O Escritório das Nações Unidas para Assistência Humanitária, Ocha, afirmou que o encerramento de um campo de refugiados em Díli, capital de Timor-Leste, é sinal de que o país está a recuperar da violência.

A área, que abrigava 173 famílias deslocadas, foi desactivada após o retorno das pessoas às suas casas.

Reintegração

De acordo com a Missão Integrada das Nações Unidas no Timor-Leste, Unmit, a onda de violência política iniciada em 2006 forçou pelo menos 100 mil pessoas a fugirem de suas casas.

Cerca de 30% deste total estão em Díli.

O Ocha pediu o apoio da comunidade internacional para ajudar as famílias a se reintegrarem na sociedade.

Esta quarta-feira, o governo de Espanha fez uma doação de € 300 mil, o equivalente a US$ 467 mil ao Programa Alimentar Mundial, PAM. É o segundo donativo de Espanha a Timor-Leste em menos de seis meses.

Apresentação*: João Duarte, Rádio ONU em Nova York.