Conselho de Segurança prorroga missão em Côte d’Ivoire

Conselho de Segurança prorroga missão em Côte d’Ivoire

A resolução aprovada, na terça-feira, estende também, até 30 de Julho Operação das Nações Unidas no país, Unoci.

A resolução aprovada, na terça-feira, estende também, até 30 de Julho, a missão das forças francesas que ajudam a manter a paz no país.

As Nações Unidas mantêm em Côte d’ Ivoire um contingente de 8 mil capacetes azuis, para além de 3,5 mil soldados franceses.

A decisão teve como base o relatório enviado ao conselho, no princípio do mês pelo Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon.

“Segundo Ban Ki-moon, a Unoci terá entre outras tarefas, apoiar a realização das eleições marcadas para Junho em Côte d’ Ivoire.

O Secretário-Geral destacou no seu relatório que não caberá à ONU a organização do processo eleitoral mas sim ter uma função de apoio.

As Nações Unidas esperam que o escrutínio seja livre, aberto e transparente e feito dentro do prazo previsto pelo acordo de paz assinado em Ouagadougou, capital do Burkina Faso.

O principal objectivo do acordo firmado entre o presidente do país, Laurent Gbagbo, e o líder rebelde, Guillaume Soro, é conseguir a reunificação em Côte d'Ivoire.

O país esteve dividido em duas zonas após uma tentativa de golpe de Estado em Setembro de 2002. O norte ficou controlado pelos rebeldes das Forças Novas e o sul pelas forças governamentais”.

O Conselho de Segurança instou a todos os líderes políticos ivoirenses a adoptar medidas necessárias para proteger a população civil.