OMM debate uso de satélite na previsão do tempo

OMM debate uso de satélite na previsão do tempo

Encontro em Nova Orleans discute meios para aumentar eficiência dos serviços de meteorologia; OMM diz que 17 novos satélites devem ser lançados neste ano.

De Londres, Marcelo Torres para a Rádio ONU.

Especialistas de todo o mundo estão reunidos em Nova Orleans, nos Estados Unidos, para discutir a melhor forma do uso de satélites na previsão do tempo.

O encontro da Organização Meteorológica Mundial analisará ainda meios de estabelecer previsões mais eficientes.

Segundo a Organização Marítima Mundial, com sede em Londres, o debate interessa também ao sector da navegação, que depende dos serviços de meteorologia.

Precisão

Em 2008, um número recorde de 17 novos satélites serão lançados na órbita da Terra. Para o secretário-geral da Organização Meteorológica Mundial, Michel Jarraud, há uma grande necessidade de desenvolver a capacidade desses satélites para monitorar o clima e as condições meteorológicas com mais precisão.

O encontro, em Nova Orleans, nos Estados Unidos, reúne as principais agências espaciais do mundo, que estão sendo chamadas a colaborar com um novo sistema de monitoramento.

Brasil e Índia

Além da Nasa e da Agência Espacial Europeia, a China já se transformou num grande colaborador no fornecimento de informações colectadas por satélites.

A expectativa da ONU é que, a partir deste ano, o Brasil e a Índia também passem a ajudar mais no esforço de garantir mais precisão nos trabalhos conjuntos.

Os organizadores acreditam que a iniciativa pode ajudar a minimizar o efeito devastador de catástrofes naturais, além de impulsionar sectores importantes da economia mundial, como a agricultura e a navegação.