ONU pede US$ 20 milhões para apoiar repatriação de refugiados do Burundi

ONU pede US$ 20 milhões para apoiar repatriação de refugiados do Burundi

O Programa Alimentar Mundial, PAM, e o Alto-Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, lançaram um apelo conjunto de US$ 20 milhões de dólares para apoiar a repatriação de cerca de 150 mil refugiados burundeses que vivem na Tanzânia.

De acordo a porta-voz do PAM, Simon Pluess, desde Abril, a agência vem assegurando 4 meses de assistência alimentar aos refugiados que regressam ao Burundi.

Pluess disse que a operação poderia ser reduzida se a agência não receber novas contribuições financeiras.

Ela lembrou que a Tanzânia acolhe actualmente cerca de 500 mil refugiados.

A porta-voz do Acnur, Jennifer Pagonis, explicou que não se trata de deportação dos refugiados mas sim de um programa de repatriação que conta com apoio do governo da Tanzânia.