Assembleia Geral da ONU empossa novo presidente BR

Novo presidente da Assembleia Geral, Csaba Korosi (centro), tomou posse nesta segunda-feira
ONU/Evan Schneider
Novo presidente da Assembleia Geral, Csaba Korosi (centro), tomou posse nesta segunda-feira

Assembleia Geral da ONU empossa novo presidente

Assuntos da ONU

Diplomata húngaro, Csaba Korosi, lidera a 77ª sessão do órgão, substituindo Abdulla Shahid, das Maldívias; passagem acontece um dia antes da abertura do próximo ciclo; novo presidente estará à frente dos debates gerais da Assembleia, a partir do dia 20 de setembro.

O novo presidente da Assembleia Geral, Csaba Korosi, tomou posse nesta segunda-feira durante o fim na 76ª sessão do maior órgão deliberativo das Nações Unidas.  
 
A solenidade de juramento aconteceu às vésperas da abertura da 77ª sessão, na terça-feira. O novo ciclo é marcado pelo debate de alto nível, com discursos de chefe de Estado e de Governo, a partir de 20 de setembro.

Esperança 

Em sua última sessão liderando a Assembleia Geral, o presidente de saída, Abdulla Shahid, relembrou os temas que definiram seu mandato. O lema foi a Presidência de Esperança, que marcou o período de pandemia. 

As prioridades foram a recuperação da Covid-19, a reconstrução sustentável, a resposta às necessidades do planeta, o respeito aos direitos humanos e a revitalização das Nações Unidas.

Estados-membros da Assembleia Geral apreciaram 300 resoluções e tomaram 129 decisões
Foto: UN Photo/Manuel Elias
Estados-membros da Assembleia Geral apreciaram 300 resoluções e tomaram 129 decisões

 

Abdulla Shahid fez um chamado aos países-membros “a não virarem as costas aos que olham para Nações Unidas em busca de soluções”. Ele pediu que a comunidade internacional use o organismo para estabelecer a paz e a justiça em nível global.

O ex-líder afirmou que não se deve assistir o mundo a deslizar para um futuro incerto. Pelo contrário, fez um apelo para que se passe a mensagem para as novas gerações, de “que suas experiências, seu futuro e seu Planeta são temas para os quais vale a pena lutar”. Para Shahid, a opção pela esperança é um dever de gerações atuais e futuras. 

Sistema multilateral 

No evento, o secretário-geral da ONU, António Guterres, declarou que a nova sessão da Assembleia Geral deve servir para levar adiante o espírito de cooperação e esperança. O chefe das Nações Unidas disse que vê o caminho à frente “desafiador e imprevisível”.

Para Guterres, o período será um teste ao sistema multilateral como nunca, e continuará medindo a coesão e a confiança entre os Estados-membros.  Ele indicou haver ferramentas como diplomacia, negociação e compromisso para continuar apoiando as pessoas e comunidades que precisam  em todo o mundo.

António Guterres declarou que a nova sessão da Assembleia Geral deve servir para levar adiante o espírito de cooperação e esperança
ONU/Eskinder Debebe
António Guterres declarou que a nova sessão da Assembleia Geral deve servir para levar adiante o espírito de cooperação e esperança

O secretário-geral declarou que é possível abrir caminho para um futuro melhor e mais pacífico para todas as pessoas. Além disso, disse crer na renovação da fé do mundo nas Nações Unidas e no sistema multilateral, que “continuam sendo a melhor esperança da humanidade”.

300 resoluções

Em um ano, os Estados-membros da Assembleia Geral apreciaram 300 resoluções e tomaram 129 decisões.

O órgão realizou 15 reuniões de alto nível. Em destaque estiveram questões como vacinas, clima, matérias-primas, migração, segurança rodoviária, turismo, segurança alimentar e situação na África.

Na 76ª. Sessão da Assembleia Geral aconteceram 92 consultas intergovernamentais e reuniões informais.