Em Istambul, Guterres adverte ao mundo sobre falta de comida em 2023 BR

Chefe da ONU observa o SSI Invincible 2 na Turquia. Navio transportou da Ucrânia a maior carga de grãos já exportada sob a Iniciativa de Grãos do Mar Negro
ONU/Mark Garten
Chefe da ONU observa o SSI Invincible 2 na Turquia. Navio transportou da Ucrânia a maior carga de grãos já exportada sob a Iniciativa de Grãos do Mar Negro

Em Istambul, Guterres adverte ao mundo sobre falta de comida em 2023

Paz e segurança

Situação causada por fertilizantes neste ano pode ditar falta de alimentos no próximo; secretário-geral pede acesso de produtos russos aos mercados globais; este sábado, ele acompanhou operações de navios com trigo ucraniano a caminho da África e da Ucrânia.

Em visita ao porto do Centro de Coordenação Conjunta em Istambul, na Turquia, o secretário-geral António Guterres destacou que o movimento no local e no porto ucraniano de Odessa é a parte mais visível da operação para colocar grãos aos mercados mundiais.

Para ele, desbloquear o acesso aos mercados globais de alimentos e fertilizantes russos é o outro elemento do pacote que pretende levar esperança a milhões de pessoas no mundo.

Comida em 2023

Tweet URL

Guterres disse que é importante que todos os governos e o setor privado cooperem para que os produtos sejam levados  aos mercados, ao ressaltar que “sem fertilizantes em 2022, pode não haver comida suficiente em 2023.”

O líder das Nações Unidas considera essencial ter mais alimentos e fertilizantes da Ucrânia e da Rússia para sossegar ainda mais os mercados de commodities e baixar os preços para os consumidores.

Antes, o chefe da ONU esteve no  Mar de Mármara. No local, ele acompanhou as inspeções realizadas por equipes ucranianas, russas, turcas e das Nações Unidas ao movimento de e para portos ucranianos de navios passando pelo Mar Negro. 

Guterres disse aos funcionários do Centro de Coordenação Conjunta que mostraram o potencial desse acordo crítico para o mundo no início do processo muito mais longo. Ele pediu garantiu a impulso da ONU ao trabalho essencial.

Em águas turcas, Guterres esteve próximo a dois navios. O Brave Commander transporta toneladas de trigo ucraniano do Programa Mundial de Alimentos, PMA, com destino ao extremo leste da África. Já o SSI Invincible 2 transportará da Ucrânia “a maior carga de grãos já exportada sob a Iniciativa de Grãos do Mar Negro”.