ONU deplora “ataques terroristas”, após explosões perto de Aeroporto de Cabul  
BR

26 agosto 2021

Secretário-geral ressalta que atos evidenciam a volatilidade da situação no terreno; agências de notícias indicam pelo menos 10 mortos; Aeroporto Internacional Hamid Karzai é o maior ponto de saída de pessoas que fogem do Talibã. 

Duas explosões ocorreram esta quinta-feira perto do Aeroporto Internacional Hamid Karzai em Cabul, no Afeganistão. Agências de notícias informaram haver pelo menos 10 mortes e vários feridos. 

As Nações Unidas informam, que funcionários da organização que estavam na área na hora dos ataques estão seguros e ninguém se feriu. O porta-voz Stephane Dujarric contou que o secretário-geral vem seguindo com muita preocupação a situação na capital afegã e condena o ataque terrorista. 

Volatilidade 

António Guterres manifesta condolências às famílias dos mortos, solidariedade e uma rápida recuperação aos feridos no incidente, disse o porta-voz. O chefe da ONU ressalta ainda a volatilidade da situação no terreno, mas realça a determinação em continuar a prestar ajuda ao povo. 

Caminhões do Programa Mundial de Alimentos da ONU saindo de Cabul, em maio de 2021, para entregar alimentos a comunidades vulneráveis
© PMA/Arete/Andrew Quilty
Caminhões do Programa Mundial de Alimentos da ONU saindo de Cabul, em maio de 2021, para entregar alimentos a comunidades vulneráveis

 

A organização está presente no país com a Missão da ONU no Afeganistão, Unama, e agências humanitárias. Pouco mais de 100 funcionários internacionais operam em território afegão. 

Segundo agências de notícias, as explosões ocorreram do lado de fora do aeroporto, onde militares ocidentais estavam concentrados, e num hotel próximo. 

Antes do prazo final para a saída de estrageiros do Afeganistão, em 31 de agosto, Estados Unidos, Reino Unido, Austrália e outros países realizam evacuações, mas a saída tem sido dificultada por vários fatores. 

Segurança  

Desde 14 de agosto o Aeroporto Internacional Hamid Karzai é o principal ponto de partida do território afegão devido a ameaças à segurança. 

A ONU ressalta que continua a entregar assistência humanitária no país. Nesta quarta-feira, mais de mil deslocados receberam alimentos em Cabul.  

Funcionários da ONU foram enviados a três regiões para verificar novas chegadas. 

Para a organização é importante repor as reservas de ajuda que estão esgotando diante de desafios como falta de fundos e questões logísticas. O pedido aos doadores é que contribuam de forma generosa para o plano de auxílio. 

As Nações Unidas apelam ainda os Estados que assegurem que eventuais mecanismos contra o terrorismo estejam de acordo com leis internacionais, excluindo ações humanitárias das eventuais sanções ou medidas contraterrorismo. 

Cabul, capital do Afeganistão
Foto: ADB/Jawad Jalali
Cabul, capital do Afeganistão

 

 

 

  

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud