Unama

ONU quer responsabilização dos autores de explosão que feriu mais de 100 no Afeganistão 
BR

Carro-bomba foi detonado no quartel-general da polícia da província ocidental de Ghor matando pelo menos 13 habitantes; primeiras informações apontam a presença de várias mulheres e crianças no local da explosão.  

Chefe da ONU condena atentado que matou mais de 30 no Afeganistão
BR

Em nota, António Guterres, expressou condolências às famílias das vítimas e disse que os autores têm de ser responsabilizados; homens armados abriram fogo contra multidão de mais de 1 mil pessoas que marcavam o 25º aniversário de morte do líder político Abdul Ali Mazari.

ONU: conflito no Afeganistão teve mais de 10 mil civis mortos e feridos pelo sexto ano consecutivo
BR

De acordo com relatório divulgado neste sábado, entre anos de 2010 e 2019, número de vítimas superou 100 mil; representante especial do secretário-geral para o Afeganistão disse que quase nenhum civil escapou de ser pessoalmente afetado de alguma forma pela violência no país. 

Missão da ONU no Afeganistão diz que 100 mil pessoas morreram em 10 anos
BR

Chefe da Unama afirma que cidadãos afegãos devem ser incluídos na busca de uma solução de paz duradoura; Yamamoto diz que mulheres e jovens têm que continuar nas negociações.

Guterres condena atentado que matou funcionário da ONU no Afeganistão
BR

Secretário-geral enviou condolências à família da vítima fatal e desejou pronta recuperação aos dois feridos no ataque, em Cabul; ele disse que a organização continua comprometida no apoio ao governo e ao povo afegãos.

ONU condena ataque que matou pelo menos 62 em mesquita no Afeganistão
BR

Secretário-geral diz que autores ao atentado devem ser responsabilizados; explosão destruiu telhados dos edifícios em Nangarhar, no leste do país.

Missão da ONU apela a proteção de civis após a morte de dezenas no Afeganistão

Pelo menos 100 pessoas morreram recentemente em ataques à população; Unama lembra que estas ações podem ser consideradas crimes contra a humanidade; para a operação da ONU, incidentes comprometem avanço do processo de paz.

“Corrupção continua a afetar todos os aspetos da vida no Afeganistão”, destaca relatório

Missão das Nações Unida no país apela a foco contínuo nas reformas contra esta prática; corrupção continua a ser obstáculo substancial para paz e prosperidade; eleições presidenciais vistas como “um teste para implementar recomendações anticorrupção”.

ONU receia aumento da violência durante o mês do Ramadã no Afeganistão

Na semana passada grupos insurgentes mataram e feriram civis; missão de paz reitera apelo para que todos os lados do conflito interrompam os confrontos durante o mês no qual a maioria dos muçulmanos pratica o jejum.

ONU reconhece progressos na erradicação da tortura no Afeganistão

Relatório dá conta de melhorias, mas alerta que há ainda um “longo caminho a percorrer”; incidência de tortura e maus-tratos cai 7%; estudo revela que jovens correm maior risco de sofrer maus-tratos.