Em mensagem sobre Ano Novo budista, Guterres ressalta humildade e empatia  BR

Celebrações do Dia do Vesak na Assembleia Geral, em Nova Iorque, em 2011
Foto: ONU/Evan Schneider
Celebrações do Dia do Vesak na Assembleia Geral, em Nova Iorque, em 2011

Em mensagem sobre Ano Novo budista, Guterres ressalta humildade e empatia 

Assuntos da ONU

Dia do Vesak é considerado sagrado para milhões de budistas em todo o mundo; secretário-geral da ONU diz que todos podem receber inspiração dos valores desta data.  

O chefe das Nações Unidas, António Guterres, marca esta quarta-feira o Dia do Vesak, a celebração do Ano Novo budista, reconhecendo as contribuições que essa religião “deu à espiritualidade e cultura humanas por mais de dois milênios e meio. 

Em mensagem, o chefe da ONU enviou “calorosas saudações” a budistas em todo o mundo, nesta data que comemora o nascimento, o iluminismo e o falecimento de Buda.  

Inspiração 

Guterres disse que todos, budistas e não-budistas, podem encontrar inspiração na mensagem de honestidade, compaixão e respeito por todas as coisas vivas. 

António Guterres, classificou de “grande honra” a decisão anunciada pelo Conselho de Segurança de recomendá-lo a um segundo mandato como secretário-geral da organização
Foto: ONU/Violaine Martin
António Guterres, classificou de “grande honra” a decisão anunciada pelo Conselho de Segurança de recomendá-lo a um segundo mandato como secretário-geral da organização

Segundo ele, enquanto o mundo enfrenta o impacto duradouro da pandemia de Covid-19, “fica mais claro do que nunca que humildade e profunda empatia são essenciais para o nosso bem-estar e do planeta.” 

Para terminar, ele pediu que todos aproveitem esta data para decidir “construir uma vida de paz e dignidade para todos em um planeta saudável.” 

Em 1999, a Assembleia Geral aprovou uma resolução reconhecendo internacionalmente o Ano Novo budista, destacando a contribuição que o Budismo, uma das religiões mais antigas do mundo, continua a dar à espiritualidade.