Guterres fala sobre protestos, eleições presidenciais na Guiné-Bissau e novo estudo da OMS

25 outubro 2019

Neste #DestaqueONUNews, Guterres diz que líderes políticos devem ouvir o clamor dos protestos de rua em todo o mundo; embaixador do Brasil na ONU diz que diálogo e consenso são fundamentais para eleições presidenciais na Guiné-Bissau; e estudo da OMS associa falta de planejamento familiar a altas taxas de gravidez indesejada na Ásia-Pacífico.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud

 

Rastreador de notícias: últimas sobre o tema

Ao comentar protestos, Guterres diz que líderes políticos devem ouvir o povo

Chefe da ONU está “profundamente preocupado” com onda de manifestações que vão do Oriente Médio à América Latina, da Europa à África e à Ásia; para ele, políticos precisam demonstrar que “entenderam” recado e promoverem um “mundo mais justo”, e manifestantes devem seguir exemplo “da não-violência” como Gandhi e Martin Luther King.

OMS: gravidez indesejada resulta de falta de serviços de planejamento familiar

Novo estudo da Organização Mundial da Saúde pesquisou 36 países da região Ásia-Pacífico e descobriu que 66% das mulheres sexualmente ativas, que queriam adiar a gravidez, pararam de usar contraceptivos por vários motivos; 85% delas engravidaram já no primeiro ano.