Veículo leva entretenimento para crianças que trabalham em ruas de Beirute

22 fevereiro 2019

Crianças sírias são a maioria beneficiada pela parceria da Agência das Nações Unidas para os Refugiados, União Europeia e uma fundação que opera no Líbano; cerca de 150 crianças já deixaram a rua através do programa.

Nas ruas de Beirute, no Líbano, circula um veículo com a missão de percorrer a cidade, trazendo alegria e educação para as crianças que trabalham nas ruas.

O “Fun Bus”, em português ônibus ou autocarro divertido, é uma iniciativa da Agência das Nações Unidas para os Refugiados, Acnur, e da União Europeia, UE, lançada em parceria com a Fundação Makhzoumi, do Líbano, em 2018.

Atividades

Refugiado sírio, de 9 anos, no acampamento informal em Dalhamiya, no Líbano, by Acnur/Diego Ibarra Sánchez

Os funcionários convidam as crianças a entrar e passar algumas horas fazendo atividades recreativas ou educacionais. Uma das crianças, Alaa, disse que os voluntários apenas lhes pedem que entrem no ônibus e brinquem. 

Os beneficiários podem fazer cursos de alfabetização, educação e formação comunitária e vocacional. Também recebem acompanhamento social e assistência material.

Refugiados

O objetivo é reduzir o número de horas que passam trabalhando nas ruas. A maioria destas crianças são refugiados sírios. O Líbano acolhe cerca de 1,5 milhão de refugiados do país vizinho que enfrenta um conflito e metade deles são crianças.

Em território libanês, cerca de 70% dos refugiados vivem abaixo da linha da pobreza, com pouco acesso a trabalho, o que força os filhos a trabalhar para ajudar nas despesas.

Alaa, um menino sírio, disse que estudou até à quarto ano, mas depois da morte do pai teve que trabalhar.

Segundo o Acnur, também não existem acampamentos de refugiados formais, obrigando as pessoas a viver espalhadas em cerca de 2,1 mil comunidades rurais e urbanas. Eles partilham instalações sem condições com outras pessoas na mesma situação.

O funcionário do Acnur no país, Sirine Comati, disse que a agência “não está apenas trabalhando com as crianças, também atua junto dos pais para informar sobre os perigos de estar nas ruas.”

Necessidade

A grande meta da iniciativa é tirar as crianças do trabalho e fazer com que comecem a ir à escola. Até agora, 150 crianças deixaram a rua através do programa.

Mesmo assim, para muitas delas, sair do ônibus significa voltar a trabalhar na rua. O "Fun Bus" é o único local onde elas podem ser crianças.

No total, mais de 5,6 milhões de pessoas foram forçadas a sair da Síria desde o início do conflito em 2011. No país, 6,6 milhões são deslocados internos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud