Timor-Leste: ONU apoia projetos para aumentar resiliência às alterações climáticas

24 outubro 2018

Contrução de várias infraestruturas beneficia várias zonas rurais; 20 projetos resilientes ao clima foram implementados;  envolvimento das comunidades tem sido prioritário.

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, Pnud, considera que a falta de infraestruturas resilientes a eventos climáticos extremos e desastres naturais é um dos maiores entraves ao desenvolvimento socioeconómico de Timor-Leste.

Para enfrentar estes desafios,  a agência em parceria com o governo do país tem mobilizado recursos para melhorar a capacidade do país em enfrentar as alterações climáticas.

Coordenador residente da ONU em Timor-Leste, Roy Trivedy. ONU News

O coordenador residente da ONU em Timor-Leste, Roy Trivedy, explicou à ONU News a importância deste trabalho em entrevista concedida recentemente em Nova Iorque.

 “Timor-Leste é um país pequeno que também sofre desastres regularmente. Estamos sempre a focar-nos na área da infraestrtura porque é muito importante ter infraestrturas bem preparadas para ajudar os cidadãos.”

Projetos

O Pnud tem apoiado, através de vários programas, a construção de infraestruturas resilientes às alterações climáticas. O objetivo é que a parceria com o governo local e as comunidades apoie a criação de infraestruturas de pequena escala em várias zonas rurais.

Os projetos ajudaram a projetar e a construir novas estradas, pontes, canais de drenagem, sistemas de irrigação e abastecimento de água e estruturas de proteção contra inundações capazes de resistir a eventos climáticos extremos, como inundações e deslizamentos de terra.

Segurança

De acordo com o Pnud, com o apoio do financiamento dos vários parceiros, as práticas de engenharia e desenvolvimento de infraestruturas evoluíram em Timor-Leste, fortalecendo a segurança e as oportunidades das comunidades face às dificuldades exacerbadas pelas alterações climáticas.

Juntos, formam uma parte importante dos esforços de construção da nação de Timor-Leste e lançam as bases para um futuro melhor e mais resiliente ao clima.

Pnud

Através dos projetos “Reforçar a Resiliência da Infraestrutura Rural em Pequena Escala” e  “Sistemas Governamentais Locais ao Risco Climático”, o Pnud desenvolveu a capacidade das comunidades e administrações locais para integrar a resiliência climática ao desenvolvimento de infraestruturas locais.

Nos últimos anos,  20 projetos de infraestruturas rurais resilientes ao clima foram implementados e beneficiaram mais de 100 mil pessoas em três municípios timorenses.

 

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud