Tufão nas Filipinas já afetou mais de 1 milhão de pessoas

Imagem de satélite do Tufão Mangkhut, produzida em 13 de setembro de 2018.
Observatório da Terra da Nasa/Lauren Dauphin
Imagem de satélite do Tufão Mangkhut, produzida em 13 de setembro de 2018.

Tufão nas Filipinas já afetou mais de 1 milhão de pessoas

Ajuda humanitária

Cerca de 4 milhões de estudantes estão sem aulas; agências humanitárias afirmam que 148 mil pessoas ainda vivem em centros de emergência ou com as suas famílias.

Mais de um milhão de pessoas já foram afetadas pelo tufão Mangkhut, que atingiu as Filipinas na semana passada e matou pelo menos 66 pessoas.

A informação foi confirmada esta quarta-feira pelo vice-porta-voz do secretário-geral da ONU, Farhan Haq.

Perdas

Imagem
Farhan Haq, porta-voz do secretário-geral, António Guterres. Foto: ONU/Loey Felipe, by dsu-admin

Segundo as agências humanitárias da ONU, cerca de 148 mil pessoas ainda vivem em centros de acomodação ou com as suas famílias.

O tufão danificou cerca de 6,5 mil casas, destruindo mais de 500.

Cerca de 4 milhões de estudantes foram afetados. As aulas estão suspensas em mais de 10,8 mil escolas, segundo as autoridades de educação do país.

Necessidades

As Nações Unidas e os seus parceiros trabalham com o governo do país para coordenar uma avaliação das necessidades e a forma de responder mais rapidamente.

Neste momento, as prioridade são alimentos, cuidados de saúde, água, serviços sanitários, higiene e abrigo.

O Programa Mundial de Alimentos, PMA, transporta mil toneladas de comida para assistir cerca de 166 mil famílias.

No final, o porta-voz afirmou que as Nações Unidas estão prontas para continuar a apoiar os esforços de resposta do governo das Filipinas.

O tufão, localmente conhecido por Ompong, chegou à costa Filipina na quarta-feira passada e se dissipou três dias depois.