PMA afirma que comida é a maior prioridade nas Filipinas BR

PMA afirma que comida é a maior prioridade nas Filipinas

Diretora-executiva disse que agência da ONU enviou alimentos para mais de 760 mil pessoas em áreas atingidas pelo tufão Haiyan; Ertharin Cousin reconheceu a força dos filipinos para enfrentar a situação.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Programa Mundial de Alimentos da ONU, PMA, alertou que a entrega de comida ainda é a maior prioridade nas Filipinas.

A declaração foi feita, este domingo, pela diretora-executiva da agência da ONU, Ertharin Cousin, depois de um encontro com sobreviventes do tufão Haiyan, em Tacloban, a cidade mais atingida pela tempestade.

Ajuda

Cousin afirmou que o PMA e as agências humanitárias estão levando alimentos para mais de 760 mil pessoas em comunidades afetadas pelo Haiyan.

Ela elogiou ainda a resistência e a força do povo filipino que está trabalhando lado a lado com o PMA e outras agências para responder à tragédia.

Cousin afirmou que “as pessoas não querem esmola, elas estão pedindo uma ajuda para reconstruir suas vidas.”

A diretora-executiva participou da entrega de biscoitos vitaminados para crianças em uma escola de Tacloban que virou um abrigo de emergência depois da passagem do tufão.

Kits de Alimentos

Ela afirmou que desde quarta-feira, os kits de alimentos foram levados para os atingidos pelo Haiyan em 24 municípios na ilha Leyte e também em Tacloban.

Cousin disse que as pessoas perderam tudo e o PMA está trabalhando com o governo filipino para levar comida aos necessitados. Além disso, as autoridades estão trabalhando juntas também para superar os desafios logísticos para atingir um número cada vez maior de pessoas.

Nesta segunda-feira, a diretora-executiva vai visitar a cidade Roxas, na ilha Payan. O PMA está montando na região, um depósito para guardar os suprimentos de emergência, como já foi feito em Cebu, Ormoc e Guiuan.