Guterres: implementar acordo entre EUA e Coreia do Norte “exigirá paciência”
BR

12 junho 2018

Encontro entre presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e líder norte-coreano Kim Jong-un, termina com a promessa da destruição do arsenal nuclear do país asiático; secretário-geral da ONU fala em momento histórico, mas lembra que apoio da comunidade global será essencial.

O encontro entre o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, foi bem recebido pelas Nações Unidas. O secretário-geral da ONU vê a reunião em Cingapura “como um marco importante para a paz sustentável e a completa desnuclearização da Península Coreana”.

A nota de António Guterres foi divulgada pelo seu porta-voz esta terça-feira. Em carta enviada aos líderes dos dois países antes do encontro, o chefe da ONU destaca que “o caminho exigirá cooperação, compromisso e uma causa comum”.

António Guterres, secretário-geral da ONU, by ONU/Jean-Marc Ferré

Paciência

Guterres acredita que “implementar o acordo alcançado hoje dependerá de paciência e apoio da comunidade global”. Ele está pronto para apoiar o processo e pede aos interessados para aproveitarem essa “grande oportunidade”.

A reunião entre Estados Unidos e Coreia do Norte também foi elogiada pelo diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica.

Yukiya Amano garante que a entidade vai acompanhar de perto todas as negociações ligadas à desnuclearização da Península Coreana.

Segundo Amano, a Aiea está pronta para realizar qualquer trabalho de verificação na Coreia do Norte.

Apresentação: Leda Letra.