Jovem do Brasil entre delegados que discutem direitos humanos em Nova Iorque

6 julho 2018

Encontro com representantes de cerca de 120 países termina no sábado, na sede da ONU; brasileiro Israel Rocha diz que objetivo é promover a Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Decorre na sede da ONU, em Nova Iorque, a 15ª Cimeira Anual da Juventude pelos Direitos Humanos Internacional. O representante brasileiro, Israel Rocha, discursa esta sexta-feira.

 Numa entrevista à ONU News, o também presidente da instituição no país disse que “o objetivo é poder partilhar a Declaração Universal dos Direitos Humanos no ano em que celebra 70 anos”.

Ligação

“Poder falar com os jovens de 120 países é aprender que a gente não está sozinho, que tem vários jovens querendo mudar, querendo fazer algo de bom e que só falta a gente estar conectado. Aí a conferência mostra que a gente pode estar conectada, sim, e agir com pensamento global mas ação no local, no país, na nossa comunidade”.   

Israel Rocha falou também dos desafios que os jovens enfrentam no Brasil e como a Declaração pode ajudar a ultrapassar essas dificuldades.

“No Brasil, a gente está passando por um momento muito difícil. As novas tecnologias, o novo mercado de trabalho tem feito o jovem ficar um pouco frustrado, muito pressionado. Sai do ensino médio e não consegue encontrar emprego, não consegue ir para a universidade. Conseguir trabalhar com isso, que vem externamente, passa por um momento de a gente poder se olhar, começar a lidar com aquilo que a gente sente internamente. E aí a Declaração mostra que a gente tem direitos básicos e que, a partir daí, pode começar a buscar outros direitos e outros deveres também”.

Encontro

O encontro começou na quinta-feira e termina no sábado. As reuniões decorrem na sala do Conselho Econômico e Social da ONU, Ecosoc.

Além de várias conferências e palestras, serão atribuídos os prémios Heróis de Direitos Humanos. A organização pretende distinguir “aqueles cuja coragem e determinação fizeram aumentar a exigência pelos direitos humanos nas suas nações e comunidades”.

A Juventude pelos Direitos Humanos Internacional faz parte da Unidos pelos Direitos Humanos, uma organização não-governamental fundada em 2001 com mais de 150 representações.

 

Apresentação: Alexandre Soares

 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud