Passar para o conteúdo principal

FMI fala de expectativas para encontro africano em Moçambique

FMI fala de expectativas para encontro africano em Moçambique

Diretora executiva do órgão pede vigilância dos países do continente para riscos; conferência “África Ascendente” está agendada para finais de maio em Maputo.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A diretora executiva do Fundo Monetário Internacional, FMI, fez menção à conferência de alto nível sobre a economia africana, a decorrer em Moçambique daqui a três meses.

Christine Lagarde destacou que deve haver uma análise mais profunda sobre a área, no evento “África Ascendente”, em tradução livre, a decorrer de 29 a 31 de maio. 

Desafios

No Mali, a representante disse que o objetivo da parceria entre o órgão com o governo moçambicano é avaliar os sucessos económicos dos países do continente e os seus desafios.

Apesar de prever um crescimento de 6% para a África Subsaariana em 2014, Lagarde pediu vigilância dos países para vários riscos. Entre eles estão a redução da procura nos mercados emergentes e as mudanças desfavoráveis nos preços de bens básicos, aliadas aos altos custos de financiamento.

Em abril, a economia do continente será tema de uma conferência com académicos em Washington.