Conselho de Segurança debate situação da Região dos Grandes Lagos

Conselho de Segurança debate situação da Região dos Grandes Lagos

Chefe da diplomacia moçambicana vai falar da situação na República Democrática do Congo, RD Congo; Moçambique assume presidência rotativa da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral.

 

Manuel Matola, da Rádio ONU em Maputo.

O ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação de Moçambique, Oldemiro Baloi, participa, nesta quinta-feira, no debate ministerial do Conselho de Segurança sobre a situação da Região dos Grandes Lagos.

O encontro, a ser presenciado pelo Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-Moon, discute a República Democrática do Congo, RD Congo.

Compromisso

O chefe da diplomacia moçambicana deve intervir na qualidade de representante da presidência rotativa de Moçambique da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral, Sadc.

O país refere que a reunião “tem o propósito de manter o compromisso e apoio da comunidade internacional ao processo de paz em curso na Região dos Grandes Lagos”.

Acordo

O debate vai contar também com a presença da enviada especial do Secretário-Geral para a Região dos Grandes Lagos, Mary Robinson, e dos representantes da União Africana, Sadc, do país visado e do Uganda.

Em fevereiro, Ban Ki-moon testemunhou a assinatura do Acordo-Quadro de Paz, Segurança e Cooperação para a RD Congo e a Região dos Grandes Lagos, na capital etíope, Adis Abeba.

O documento proíbe o apoio dos países vizinhos aos movimentos rebeldes e encoraja uma série de reformas visando a instauração de um Estado de Direito no leste da RD Congo onde as instituições governamentais são consideradas “particularmente fracas.”